Futebol/Cabo Verde

14-05-2017 17:20

Onze Unidos vence Ultramarina no arranque do Nacional

A turma azul da cidade do Porto Inglês, que há cinco anos não estava no convívio dos campeões, regressou com pé direito.
Futebol/Cabo Verde. Onze Unidos, do Maio
Foto: DR

Futebol/Cabo Verde. Onze Unidos, do Maio

Por SAPO Desporto c/ Inforpres sapodesporto@sapo.pt

A equipa do Onze Unidos que regressou ao campeonato nacional, cinco anos depois, recebeu e venceu este sábado, no estádio municipal do Maio, a sua adversária Ultramarina de São Nicolau por 2-1.

A turma azul da cidade do Porto Inglês, que há cinco anos não estava no convívio dos campeões, regressou com pé direito ao vencer em casa a sua adversária Ultramarina de São Nicolau no jogo da abertura do campeonato nacional.

Os golos da equipa do Onze Unidos foram apontados por Deco na etapa complementar da partida e o tento da vitória foi marcado por Tata na transformação da grande penalidade aos 90 minutos da partida. Por seu lado o tento da equipa de São Nicolau foi apontado por Patxick, a equipa que viajou do Tarrafal de São Nicolau desperdiçou ainda a possibilidade empatar a partida nos descontos por intermédio de Adir.

Segundo o treinador Djó di Mariana, esta vitória é merecida, visto que a sua equipa “entrou bem na partida”, embora tenha sofrido o primeiro golo logo no início da segunda parte, mas com muita “garra e determinação acreditaram que era possível fazer a reviravolta, o que na sua opinião veio a fazer justiça, visto que foram a melhor equipa em campo.

“Fizemos uma boa primeira parte, mas logo no início da segunda sofremos um golo, devido a falha da nossa defesa, mas soubemos dar a volta ao resultado agora é trabalhar para fazermos um bom jogo na ilha do Fogo”, frisou.

Para Djó de Mariana, a Federação deve tomar alguma cautela na nomeação dos árbitros, visto que o trio veio da ilha do Fogo que tem o representante no grupo A da qual faz parte a equipa do Vulcânicos adversária do Onze Unidos na prova.

Por seu lado, o treinador da equipa de Ultramarina, Alexandre Ramos, disse que até então está incrédulo pela forma como perderam o jogo, visto que marcaram primeiro na partida e na reta final acabaram por perder o jogo, embora tiveram a oportunidade de igualar a partida nos descontos, mas de todo modo vão trabalhar para vencer o próximo jogo em casa.

“O golo de empate foi uma falha nossa em que os nossos dois centrais tinham a bola controlada e deixaram ser enganados por um avançado do nosso adversário, o segundo golo foi através da marcação de uma penalidade que ao nosso ver não foi penalti, tivemos a possibilidade de empatar no fim do jogo, mas o nosso jogador teve a infelicidade de o desperdiçar”, notou.

Com este resultado a equipa do Onze Unidos lidera o grupo A com 3 pontos, Vulcânicos do Fogo e Benfica de Santa Cruz não jogaram estão com 0 ponto o mesmo que a Ultramarina de São Nicolau.

Conteúdo publicado por Sportinforma