Futebol/Cabo Verde

02-06-2017 11:08

Académica do Porto Novo ainda acredita na qualificação

Equipa ainda sonha com a qualificação para as meias-finais do campeonato.
Académica do Porto Novo
Foto: DR

Académica do Porto Novo

Por SAPO Desporto c/ Inforpress sapodesporto@sapo.pt

A Académica do Porto Novo, apesar de estar a fazer uma prova aquém das expectativas, acredita que ainda é possível a qualificação para as meias-finais do campeonato nacional, garante o seu treinador, Gunga Fonseca.

Os representantes de Santo Antão – Sul, que têm apenas dois pontos na competição, jogam, este sábado, na ilha do Sal, com o Académico, em jogo a contar para a quarta jornada do grupo B do campeonato nacional de futebol.

Gunga Fonseca, não obstante as dificuldades na prova, garante que a sua equipa “nunca deita a toalha ao chão”.

“A Académica nunca deita a tolha ao chão. É possível ainda a passagem às meias-finais. Ao longo desta semana, trabalhamos pensando na vitória. Estamos confiantes e sabemos que os três pontos são importantes”, avançou Gunga Fonseca.

A Académica do Porto Novo está confiante, mas realista, segundo o seu técnico, para quem as coisas estão agora mais difíceis.

“O Mindelense já disparou (três jogos, três vitórias). Há equipas em outros grupos já com seis pontos, mas a Académica continua a acreditar e, para já, a pensar em conquistar os próximos três pontos”, sublinhou o treinador.

Nos jogos já disputados, tem faltado à Académica do Porto Novo concentração, com a equipa a falhar em “alguns pormenores”, conforme relatou o seu técnico, adiantando que os vice-campeões nacionais têm estado a trabalhar para corrigir os erros.

Nos três jogos já realizados, A Académica empatou, no seu reduto, com o Académico do Sal e fora, com Paulense, tendo perdido, em São Vicente, com o Mindelense, conquistando, até agora, apenas dois pontos, quando ainda há três jogos por disputar.

Este sábado, os campeões em título em Santo Antão – Sul vão ao Sal, defrontar o Académico do Aeroporto, e recebem, em “casa”, o Mindelense e o Paulense, na penúltima e última jornadas da prova, respetivamente.

O Mindelense lidera o grupo, com nove pontos e as outras equipas (Académica, Académico e Paulense) têm dois pontos cada.

Qualificam-se para as meias-finais da prova rainha do futebol cabo-verdiano, calendarizadas para 24 de junho, os primeiros classificados de cada grupo (são três) e o melhor segundo colocado.

Conteúdo publicado por Sportinforma