Futebol/Cabo Verde

05-06-2017 17:52

Selecção de São Vicente vence o Torneio Inter Ilhas no Luxemburgo

Equipa cabo-verdiana foi mais forte com um pleno.
Futebol geral
Foto: INFORPRESS

Futebol esteve em destaque

Por SAPO Desporto c/Inforpress sapodesporto@sapo.pt

A seleção de São Vicente venceu o torneio inter-ilhas em futebol da comunidade cabo-verdiana no Grão-Ducado do Luxemburgo, ao fazer o pleno com triunfos nos três jogos, diante de Santiago, Santo Antão e União das Ilhas.

O técnico Toy d’ Sal mostrou-se feliz pela conquista do título e considera que preparou uma equipa nova, mas que deu bons resultados. Na segunda posição ficou o combinado de Santiago que era detentora do título.

À Inforpress, Micau, treinador de Santiago lamentou a falta de pontaria dos seus jogadores sobretudo no primeiro encontro.

O terceiro posto ficou com a União das Ilhas, que somou 3 pontos, 3 golos marcados e 4 sofridos, tendo o seu timoneiro, Paulo “Casca” considerado que a equipa tentou lutar pela taça, mas “faltou-lhe alguma dose de sorte” sobretudo na segunda partida.

No rescaldo das seis partidas disputadas nos dois dias do torneio, Santiago iniciou a defesa do titulo com a derrota de 0-1 ante a congénere da São Vicente, enquanto no segundo jogo, União das Ilhas derrotou Santo Antão por 3-0.

No segundo jogo de sábado, União das ilhas defrontou e venceu Santo Antão por 3 -0.

No domingo, Santiago venceu Santo Antão por 2-1 e São Vicente venceu União das Ilhas por 1-0, numa partida sem grandes lances de perigo na primeira parte, com São Vicente a beneficiar de um autogolo de Kevin Medina no minuto 56. No seu último jogo, a formação de São Vicente levou de vencida Santo Antão por 1-0 , com golo de Stenio aos 20 minutos.

No último encontro do inter ilhas Luxemburgo 2017, Santiago venceu União das Ilhas por 3-0.

Em declarações à Inforpress, o embaixador de Cabo Verde no Luxemburgo, Carlos Semedo defende a continuidade do Torneio Inter-ilhas no Grão-Ducado, por se tratar de uma competição útil para a promoção do intercâmbio desportivo e o reforço da unidade no seio da comunidade cabo-verdiana.

Para o diplomata, este evento realizado anualmente entre os meses de Maio e Junho deve merecer o apoio das autoridades nacionais e da Federação Cabo-verdiana de Futebol.

Da parte da Embaixada, Carlos Semedo manifesta total abertura em ajudar para que o torneio “continue a ser realizado sempre, com mais e melhor organização”.

Conteúdo publicado por Sportinforma