Canelas2010

02-04-2017 21:36

Marco Gonçalves: "Não me lembro de ter agredido o árbitro"

Jogador diz não se lembrar de agredir árbitro do Rio Tinto-Canelas 2010.
Marco Gonçalves, jogador do Canelas
Foto: Cool Disco

Marco Gonçalves, jogador do Canelas

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Marco Gonçalves, do Canelas 2010, disse hoje não se recordar de ter agredido o árbitro do encontro com o Rio Tinto, em jogo da terceira jornada da fase de subida da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto.

"Não me lembro de o ter agredido. Foi o empurra aqui e empurra ali", disse Marco Gonçalves, à SIC, depois de ter sido expulso logo aos dois minutos da partida.

Marco Gonçalves diz que se lembra de agarrar o árbitro, mas que não se lembra “como aconteceu aquilo”.

“Você [jornalista] está a dizer que foi uma joelhada... talvez fosse. Se for esse o caso, eu queria mesmo pedir desculpa ao árbitro, à respetiva família, aos portugueses e à instituição do Rio Tinto”, afirmou.

O jogador garante ter sido insultado pelo adversário logo no início do jogo.

“Ele disse-me: ‘Seu filho da p..., morte à tua mãe!’. E eu: ‘Hein?’ Pegámo-nos aí, meti-lhe o braço e ele atira-se para o chão como os bebés fazem, a chorar. O senhor árbitro começa a correr em direção a mim, do nada, e 'saca' logo do vermelho. Vermelho direto? Eu não agredi, fiz o que disse. Estava a ser insultado", assegurou.

Veja o vídeo

Conteúdo publicado por Sportinforma