CAN2017

08-02-2017 15:41

Campeões africanos condecorados pelo presidente dos Camarões

Os Camarões, país organizador da edição de 2019 da CAN, conquistaram o troféu em 1984, 1988, 2000, 2002 e agora, em 2017.
Camarões vencem CAN2017
Foto: GABRIEL BOUYS / AFP

Camarões vencem CAN2017

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

presidente dos Camarões, Paul Biya, homenageou e condecorou hoje a seleção do futebol do país, pela conquista no domingo da Taça das Nações Africanas (CAN2017), em cuja final venceu o Egito, por 2-1.

“Vocês enfrentaram as melhores equipas, as mais aguerridas, e como vocês próprios disseram, colocaram-nas de ‘molho’”, começou por dizer o chefe de estado camaronês, dirigindo-se aos jogadores presentes na cerimónia no palácio presidencial.

Paul Biya enalteceu o “talento” dos jogadores, e aquilo a que designou de “bloco sólido como uma rocha”, e entregou a cada um uma condecoração, uma medalha de cavaleiro da ordem, face à conquista da quinta CAN da história do país.

O presidente disse também aos jogadores ter vibrado com as vitórias da seleção, chegando ao ponto de dizer que os próximos adversários saibam que “os leões indomáveis [os Camarões] estão de regresso”.

Os Camarões, país organizador da edição de 2019 da CAN, conquistaram o troféu em 1984, 1988, 2000, 2002 e agora, em 2017.

O país com maiores vitórias no campeonato africano de seleções é o Egito, finalista vencido da edição deste ano (2-1), com sete triunfos, em 1957, 19591, 1986, 1998, 2006, 2008 e 2010.

Conteúdo publicado por Sportinforma