Futebol feminino

08-04-2016 23:20

Francisco Neto ainda acredita no apuramento para o Euro feminino

Edite Fernandes, homenageada pela FPF, pelas 130 internacionalizações, lamentou os "erros infantis" que não se podem cometer.
Futebol feminino: Portugal - Espanha
Foto: Lusa

Futebol feminino: Portugal - Espanha

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O selecionador português de futebol feminino garante que a derrota com a Espanha não compromete o apuramento para o Campeonato Europeu e que o objetivo é discutir o segundo lugar do grupo 2 até setembro. "A decisão passa pelos jogos com a Finlândia e Montenegro, para depois levar o resultado para setembro. Continuamos na luta, continuamos a disputar a possibilidade de lá chegarmos. Vamos trabalhar e fazer pontos para podermos lá chegar", disse Francisco Neto, após a derrota (1-4) com Espanha, líder do grupo, com 15 pontos.

Edite Fernandes, homenageada pela FPF, pelas 130 internacionalizações, lamentou os "erros infantis" que não se podem cometer com um adversário com a qualidade da equipa espanhola, mas acredita na qualificação. "Sabemos que Espanha é favorita do grupo. Vamos lutar pelo segundo lugar, porque dependemos de nós e ainda podemos sonhar com a qualificação", sublinhou.

Matilde Fidalgo mostrou-se desiludida com o "resultado pesado", que não espelha o que se passou em campo, embora acentue "estar tudo em aberto". "Este jogo está perdido, agora o apuramento está nas nossas mãos, só dependemos de nós. Na segunda parte mostrámos que somos capazes de ser uma equipa mais forte e de jogar de igual para igual. Temos falhas, mas também coisas muito boas. Está tudo em aberto e nós vamos lutar por isso. Vamos dar o nosso melhor para conseguirmos o apuramento", realçou a central lusa.


Para Dolores Silva o resultado "foi frustrante". "Na segunda parte conseguimos impor o nosso jogo. Depois do 2-1 achámos que conseguíamos chegar ao empate e foram pequenos pormenores, que equipas como esta aproveitam, que decidiram. É frustrante, porque é um resultado pesado para o que demonstrámos no jogo", considerou a médio, "confiante no apuramento".

Conteúdo publicado por Sportinforma