Girabola 2013

28-04-2013 01:09

Maquis sólido na vice-liderança

O FC Bravos do Maquis venceu este sábado O ASA, por 1-0, no desafio referente à nona ronda do Girabola 2013.
Maquis sólido na vice-liderança

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Com golo solitário de Oliveira, o FC Bravos do Maquis venceu este sábado, no estádio Mundunduleno, no Luena, o ASA, por 1-0, no desafio referente à nona ronda do Girabola 2013.

O tento foi apontado aos 57 minutos do encontro, na transformação de uma grande penalidade, castigando uma mão na bola de Enoque dentro da área.

A primeira parte do desafio ficou marcada com a incapacidade dos futebolistas de ambas as equipas, que falharem constantemente nos contra-ataques, principalmente o FC Maquis que se revelou inapto em criar espaço de manobras, mantendo-se refém no meio campo.

Os aviadores até chegaram a mandar nesta etapa inicial, imprimindo velocidade da defesa ao ataque, mas o fio do jogo perdia sequência na transição para o sector mais ofensivo, onde os avançados estiveram perdulários. O mesmo se pode dizer dos caseiros, terminando os 45 minutos iniciais com o nulo no mercador.

No reatamento, com Zeca Amaral a colocar Minguito no lugar de Joca (lesionado) e do outro lado, Gomito a ceder o seu lugar a Walter, o jogo ganhou outro impulso, com primazia para os aviadores que procuraram, a todo custo, o golo, não fosse a boa posição dos defesas maquisardes.

A cartada de perigo iminente do ASA aconteceu aos 52 minutos, protagonizada por Abdel que ganhou o esférico no flanco esquerdo e já dentro da área, com apenas o guarda-redes Kizamba pela frente, atirou à figura.

Aos 55 minutos, o inconformado Oliveira conduz contra-ataque rápido no meio campo e rematou forte, tendo a bola embatido na mão de Enoque. O árbitro Manuel Francisco não perdoou e assinalou penálti, muito contestado pelo “banco” aviador.

Na cobrança, Oliveira fê-lo com categoria, permitindo a equipa consolidar o segundo posto da tabela, agora com 18 pontos. Antes de terminar o desafio, o juiz expulsou por acumulação de cartolinas amarelas o futebolista Ady, após entrada dura sobre um contrário.