Girabola

30-07-2013 21:50

Formosinho demitido do Recreativo de Caála

Formosinho acabou por pagar o preço de sete jogos consecutivos sem vencer.
Formosinho demitido do Recreativo de Caála

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O treinador português Ricardo Formosinho foi hoje demitido do comando técnico da equipa de futebol angolana do Recreativo da Caála por maus resultados, passando a ser a sétima “chicotada psicológica” no Girabola2013.

Aos 56 anos, Formosinho, que foi contratado pelos responsáveis do Recreativo da Caála com a expectativa de lutar pelo título, acabou por pagar o preço de sete jogos consecutivos sem vencer.

Segundo a agência de notícias de Angola (ANGOP), a direção do clube demitiu também o treinador adjunto, Francisco Agatão, e promoveu o preparador físico, Vaz Pinto, para orientar a equipa até ser escolhida nova equipa técnica.

Formosinho, que deixa os vice-campeões angolanos de 2010 na nona posição, com 22 pontos em 18 jogos, conta no seu currículo com passagens pelo Becamix Binh Dueong e pelo Long Na (ambos do Vietname), pelo Al Khaleej, da Arábia Saudita, e pelos clubes portugueses Desportivo de Chaves, Santa Clara, Seixal, Sporting de Espinho, Imortal, Penafiel, União Montemor, Camacha, Amora, Louletano e Olhanense, além de ter integrado a equipa de observadores de José Mourinho, no Real Madrid.

Antes de Ricardo Formosinho, há a registar o despedimento dos treinadores angolanos Miler Gomes (Petro de Luanda), Romeu Filemon (1º de Agosto), Ricardo Almeida (ASA), Eddy Cardoso (1º de Maio) e Abílio Amaral (Benfica de Luanda), além do português Henrique Calisto (Recreativo do Libolo).

Conteúdo publicado por Sportinforma com Lusa