Girabola2016

22-08-2016 20:01

Técnico do Sagrada Esperança alvo de processo disciplinar

Zoran Maki deixará de orientar a equipa por um período indeterminado.
Zoran Maki
Foto: HENRI CELSO

Zoran Maki assumiu o comando técnico do Sagrada Esperança a partir da 10ª jornada do Girabola transato.

Por SAPO Desporto c/ Angop sapodesporto@sapo.pt

A direção do Grupo Desportivo Sagrada Esperança da Lunda Norte mandou instaurar um processo disciplinar ao técnico Zoran Maki, que deixará de orientar a equipa por um período indeterminado.

O facto foi avançado à imprensa, no Dundo, pelo secretário-geral da agremiação desportiva, José Pontes Ramos, no final do jogo da 22ª jornada do Girabola, em que os diamantíferos empataram a zero, em casa, diante dos encarnados da capital.

Nesta partida o técnico sérvio já não esteve sentado no banco dos suplentes.

De acordo com José Ramos, a medida surgiu pelo facto do treinador desobedecer à hierarquia da instituição.

"Acho que em princípio ele vai cumprir um processo disciplinar. Foi uma medida que ocorreu de um ato com o qual não compactuamos. É preciso estar presente que aqui em Angola as estruturas obedecem a uma certa hierarquia, e a partir do momento em que o treinador desobedeceu, em nome da direção tomou-se de imediato uma decisão", esclareceu.

O plantel está agora a ser assegurado pelos técnicos-adjuntos Francisco Moniz e Roque Sapiri, além de João Barreto (treinador de guarda-redes).

Zoran Maki assumiu o comando técnico do Sagrada Esperança a partir da 10ª jornada do Girabola transato.

Conteúdo publicado por Sportinforma