Futebol/Angola

02-04-2017 19:10

Kabuscorp pressionado no topo da liderança do Girabola

O Kabuscorp do Palanca viu a concorrência aproximar-se na liderança do principal campeonato angolano, depois de empatar em casa.
Kabuscorp e Recreativo do Libolo
Foto: Alberto Julião/ANGOP

Kabuscorp e Recreativo do Libolo

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Kabuscorp do Palanca viu a concorrência aproximar-se na liderança do principal campeonato angolano de futebol, depois de empatar em casa, sábado, frente ao Recreativo do Libolo, outro dos candidatos ao título do Girabola de 2017.

A partida da oitava jornada, que decorreu no estádio dos Coqueiros, em Luanda, até corria bem para a equipa da casa, que na primeira hora de jogo já levava vantagem de dois golos, ambos marcados por Jaques.

A formação do Libolo, que tenta recuperar o título nacional perdido em 2016, reagiu na segunda parte, por Viet e Fabrício, que em pouco mais de 15 minutos restabeleceram o empate, resultado inalterado até final.

Apesar do empate, a equipa do Kabuscorp do Palanca mantém a liderança isolada, sendo a única sem derrotas, apesar de ter agora o campeão em título 1.º de Agosto a um ponto de distância.

É que a jogarem também em casa, em Luanda, os ‘militares’ da capital venceram hoje por 1-0 a formação do Santa Rita de Cássia, do Uíge, que, em época de estreia no Girabola, vendeu cara a derrota. Valeu o golo de Nelson Luz, aos 88 minutos, para o 1.º de Agosto levar os três pontos.

Também no domingo, o Petro de Luanda, outro candidato ao título de 2017, foi ao Huambo vencer o Recreativo da Caála, por 1-0, bastando o golo de Wilson, aos nove minutos, para carimbar a vitória e a aproximação ao líder.

Esta oitava jornada do campeonato angolano abriu na sexta-feira, com o dérbi da capital angolana, entre o ASA e o Interclube, que terminou com um empate a um golo, deixando a formação dos ‘aviadores’ cada vez mais aflita na tabela.

No sábado destaque ainda para a primeira vitória do Progresso da Lunda Sul nesta época, derrotando o 1.º de maio de Benguela por 2-0.

Conteúdo publicado por Sportinforma