Girabola

10-04-2017 11:56

Treinador do Maquis considera empate 0-0 um resultado de muito sacrifício

Equipa angolana vinha de uma derrota no Girabola.
Bravos do Maquis
Foto: YAMBENO DANIEL/ANGOP

Equipa empatou 0-0 com o 1º de Maio

Por SAPO Desporto c/Angop sapodesporto@sapo.pt

O técnico adjunto do 11 Bravos do Maquis, Kitos Campos, considerou que o empate diante do 1º de Maio foi o resultado de um jogo de muito sacrifício. Na conferência de imprensa após o final do jogo, o técnico mencionou que foi complicado porque a formação vinha de uma derrota no Girabola.

“Vir aqui jogar não é fácil, num ambiente quente, com temperatura super elevada na hora do jogo, mas temos que dar os parabéns aos guerreiros do Bravos porque não deixamos de fazer o jogo fluido do 1º de Maio”, disse o técnico.

Campos afirmou ainda que o 1º de Maio fez apenas um remate a baliza e a equipa esteve 25 minutos do segundo tempo com menos um jogador depois de uma expulsão com a qual não ficou satisfeito.

O 1º de Maio de Benguela empatou com os 11 Bravos do Maquis 0-0 na 9ª jornada do Girabola. Depois de uma derrota fora, os Bravos conseguiram um ponto com o empate.

Conteúdo publicado por Sportinforma