Girabola2017

25-06-2017 22:40

1.º de Agosto empata com Recreativo da Caála

O resultado nulo não alterou até ao apito final de Mauro de Oliveira, o que impede o 1º de Agosto reassumir a liderança da competição.
1.º de Agosto

1.º de Agosto

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A Falta de concentração no sector ofensivo do 1º de Agosto foi determinante no empate nulo diante do Recreativo da Caála do Huambo esta tarde, no estádio 11 de Novembro, em Luanda, no prosseguimento da 17ª jornada do campeonato nacional de futebol da I divisão, Girabola2017.

O 1º de Agosto a jogar com estatuto de campeão, entrou para o relvado pressionando o meio campo adversário, com o objetivo de visar nos minutos iniciais a baliza defendida por Lokwa.

Foi assim, que aos oito minutos, a formação militar tentou chegar ao golo, na sequência de uma jogada produzida por Geraldo, com Bua a rematar forte, mas o guarda-redes Lokwa com uma grande defesa desviou a trajetória da bola para o canto.

A passagem do 21º minuto, os forasteiros quase marcaram com um remate de cabeça de Therry, mas o regressado guarda-redes Dominique defendeu com bastante segurança.

Este resultado nulo foi até ao intervalo da partida dirigida pelo quarteto de árbitros da província de Luanda.

A equipa militar, apesar de ter fornecido quatro jogadores à seleção nacional que hoje começou a disputar a 17ª edição da taça da região sul de África que decorre em Joanesburgo (África do Sul), optou por continuar a realizar os seus desafios para não retirar o ritmo competitivo.

Após o repouso, o técnico Dragan Jovic insatisfeito com o ataque da sua equipa, deixou o cabo-verdiano Rambe no banco dos suplentes e para o seu lugar colocou Diogo Rosado para dar maior dinâmica no sector ofensivo.

O Recreativo da Caála reentrou melhor e procurou superar as linhas do 1º de Agosto que perdia com facilidade os passes de bola.

Aos 63 minutos, os forasteiros com maior posse de bola, tentaram violar a baliza defendida por Dominique, mas um dos seus avançados desequilibrado não conseguiu concluir a jogada com êxito .

Aos 65 minutos, o avançado Guelor não conseguiu dar sequência a um cruzamento de Diogo Rosado, e, com a baliza a sua mercê, falhou o toque final.

Aos 78 minutos, Guelor, novamente sozinho com o guarda-redes Lokwa preferiu chutar para as nuvens da baliza do Recreativo da Caála, deixando a sua equipa em desespero.

O resultado nulo não alterou até ao apito final de Mauro de Oliveira, o que impede o 1º de Agosto reassumir a liderança da competição, agora com os mesmos 37 pontos do líder Petro Atlético de Luanda, que folgou por fornecer sete jogadores a seleção nacional.

Conteúdo publicado por Sportinforma