Girabola2017

25-06-2017 20:21

ASA derrota Maquis em jogo polémico

O desafio ficou marcado com alegada falta de marcação de duas grandes penalidades não assinaladas pelo árbitro João Goma, de Luanda.
Bravos do Maquis
Foto: YAMBENO DANIEL/ANGOP

Bravos do Maquis

Por SAPO Desporto c/ Angop sapodesporto@sapo.pt

O FC Bravos do Maquis foi derrotado este domingo pelo ASA, por 0-1, no seu primeiro jogo no estádio Mundunduleno nesta II volta, em jogo a contar para a 17ª jornada do Girabola2017.

O desafio ficou marcado com alegada falta de marcação de duas grandes penalidades não assinaladas pelo árbitro João Goma, de Luanda, causando contestação por parte da equipa maquisardes e do público alegadamente por mão na bola de defensores adversários em jogada de insistência na grande área.

A primeira oportunidade de golo iminente pertenceu ao ASA, por intermédio de Paz, que tirou o esférico do lado esquerdo para o direito, efctuando um cruzamento defendido com deficiência por contrários e, na recarga, aos 16 minutos, o veterano Love faz o único golo da partida.

Nesta etapa, o Maquis sentiu falta de um meio campo criativo para fazer jogar a equipa, mas ainda assim, antes do intervalo, os avançados Chole e Dabanda, podiam igualar o desafio se fossem eficazes face as inúmeras oportunidades criadas.

A segunda metade foi totalmente dominada pelos maquisardes. Jogou, passeou classe, mas na finalização foi sempre perdulário, com Chole e Dabanda a falharem várias vezes em situação de golo iminente.

Aos 86 minutos, depois de o ASA ser sufocado no seu meio campo por quase toda segunda parte, com aviadores a praticarem um futebol de gestão do resultado, Jó, avançado recém-entrado, desfaz-se de adversários e rematou ao poste direito da baliza de Magueti.

Apesar de tamanho domínio dos anfitriões, o jogo terminou com resultado favorável à formação que veio de Luanda.

Conteúdo publicado por Sportinforma