Futebol / Angola

02-07-2017 22:18

1ª de Agosto conserva liderança provisória do Girabola2017

O 1º de Agosto conseguiu conservar a liderança isolada do campeonato nacional de futebol da I divisão, Girabola2017, no prosseguimento da 18ª jornada.
1º agosto equipa futebol

1º agosto equipa futebol

Por SAPO Desporto c/Angop sapodesporto@sapo.pt

O 1º de Agosto conseguiu conservar a liderança isolada do campeonato nacional de futebol da I divisão, Girabola2017, no prosseguimento da 18ª jornada, apesar do susto que teve aos 85 minutos quando 1º de Maio de Benguela reduziu o resultado para 1-2.

Com o estádio 11 de Novembro, em Luanda, a registar pouca afluência do público, as duas equipas entraram cautelosas para o relvado com um estudo mútuo, mas foi a formação anfitriã a assumir as rédeas do jogo ao inaugurar o placar aos sete minutos, por intermédio de Guelor, na sequência de um passe saído do lado direito.

Aos 10 minutos, os militares quase chegaram ao segundo golo, se não fosse a atrapalhação de Geraldo que tinha tudo a sua mercê para ampliar o marcador.

A passagem do 18º minuto, o 1º de Agosto perdeu mais uma ocasião de golo graças à linha defensiva do 1º de Maio de Benguela que não permitiu que Rambe concretizasse o seu propósito.

Depois de um domínio total e com alguns falhanços à mistura, os anfitriões chegaram ao segundo golo da autoria de Rambe que rematou forte sem a prévia defesa do guarda-redes Rui.

Aos 43 minutos, a equipa visitante criou a primeira oportunidade de golo, quando Márcio Luvambu colocou a bola na área militar, mas não tinha nenhum companheiro seu para o remate final.

Esta vantagem manteve-se até ao intervalo da partida entre estes dois conjuntos, cujos objectivos na luta pelo título nacional remontam das décadas de 80 e 90.

Após o repouso, os proletários fizeram a segunda substituição, com o técnico a AGOSTINHO Tramagal a deixar capitão Márcio Luvambu do banco dos suplentes, colocando para o seu lugar Pedy.

Aos 50 minutos, os campeões nacionais criaram instabilidade a baliza proletária, que por sorte não foi violada pela terceira vez.

A partir daí o 1º de Agosto remeteu o 1º de Maio à sua zona defensiva, com sucessivos remates a baliza defendida por Rui.

Manucho Dinis, após um longo tempo sem jogar limitando-se apenas no banco dos suplentes, desta vez foi colocado em campo para o lugar de Bua, que ressentiu algumas dores.

Aos 70 minutos, o 1º de Maio perdeu uma boa oportunidade para reduzir a desvantagem, quando o seu jogador em posição privilegiada não conseguiu fazer o que lhe competia.

Aos 85 minutos, o 1º de Maio reduziu a desvantagem, ao aproveitar desatenção da linha defensiva do 1º de Agosto.

Apesar do susto que teveram nos minutos finais, os campeões nacionais conquistaram os três pontos que lhes confere o assalto provisório à liderança com 40, mais três que o Petro de Luanda (menos dois jogos) em segundo lugar.

Conteúdo publicado por Sportinforma