China

05-03-2012 08:49

Jaime Pacheco estreia-se na Liga dos Campeões Asiáticos

Vinte e oito equipas de 10 países, da Arábia Saudita à Austrália, disputam o título, detido atualmente pelo Al-Saad, do Qatar.
Jaime Pacheco estreia-se na Liga dos Campeões Asiáticos

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A equipa chinesa orientada pelo técnico português Jaime Pacheco, Beijing GuoAn, estreia-se na terça-feira na Liga dos Campeões Asiáticos, frente aos sul-coreanos do Ulsan Hyundai Horang-I, no primeiro jogo oficial da temporada.

Vinte e oito equipas de 10 países, da Arábia Saudita à Austrália, disputam o título, detido atualmente pelo Al-Saad, do Qatar.

Na fase de grupos, a equipa de Jaime Pacheco vai também defrontar o Brisbane Roar, da Austrália, e o F.C.Tokyo, do Japão.

Além do Beijing GuoAn, que na época passada ficou em segundo lugar na super liga chinesa, duas outras equipas da China participam na competição: o campeão nacional (Guangzhou Evergrand) e o vencedor da taça (Tianjin).

É a segunda temporada de Jaime Pacheco na China, onde em 2011 foi considerado o Treinador do Ano.

O início da Liga dos Campeões Asiáticos ocorre quatro dias antes da abertura da super-liga chinesa, disputada por 16 equipas.

No primeiro jogo, marcado para o próximo sábado, o Beijing GuoAn receberá o Guangzhou R&F, que ascendeu este ano à divisão principal do futebol chinês.

A profissionalização do futebol na China começou há apenas cerca de vinte anos, depois de o Partido Comunista Chinês se ter convertido à «economia de mercado socialista».

Até agora, a seleção chinesa só conseguiu qualificar-se uma vez para a fase final de um Mundial - em 2002, na Coreia do Sul -, mas na altura perdeu os três jogos que disputou e não marcou um único golo.

No Verão passado, a China contratou o técnico espanhol José António Camacho para orientar a sua seleção, mas voltou a falhar a qualificação para o Mundial.