Mundial2014

01-08-2012 18:10

Brasil lança catálogo com 54 centros de treino para seleções

A lista é uma recomendação para as equipas, que não estão obrigadas a segui-la.
Brasil lança catálogo com 54 centros de treino para seleções

Por Sapo Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Comité Organizador Local (COL) do Mundial2014 lançou hoje a primeira versão do catálogo de centros de treino de seleções, com 54 opções de hotéis com campos de futebol próximos, no Museu do Futebol, em São Paulo.

O catálogo poderá ser ampliado até o dezembro de 2013, quando vai ocorrer o sorteio dos locais dos jogos. Até lá, o Brasil deve integrar no catálogo pelo menos 64 centros de treino inspecionados, para que as seleções possam escolher um ou mais locais para sua estada durante o campeonato do Mundo.

A lista é uma recomendação para as equipas, que não estão obrigadas a segui-la. Caso a seleção escolha um centro de treinos que não esteja no catálogo, poderá pedir à FIFA a sua inclusão entre os credenciados.

Pela primeira vez, o catálogo de centros de treino será disponibilizado pela Internet, facilitando a inclusão de novos locais e a retirada de outros, caso deixem de cumprir os requisitos.

O COL afirmou trabalhar com uma expectativa de 75 a 80 centros no catálogo, todos respeitando normas como a distância máxima de uma hora até um aeroporto e de 20 minutos entre o hotel e o campo de treinamento.

Representantes de países como Inglaterra, Noruega, Alemanha, Estados Unidos, Japão, Austrália e Bélica visitaram o Brasil para iniciar a escolha de um possível local de treinamento, segundo o COL.

A maioria dos centros do catálogo, 30 deles, localiza-se na região sudeste do Brasil, que tem São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte como cidades-sede. O Estado de São Paulo, cuja capital tem o mesmo nome, detém 20 dos centros.

A região Nordeste, que possui quatro cidades-sede, conta apenas com três centros de treino. A região norte do país, com uma cidade-sede, possui quatro centros no catálogo, a centro-oeste, com duas cidades-sede, três, e a sul, com duas cidades-sede, 14.

O COL explicou que ainda está a fazer visitas de inspeção para aprovar novos centros e que cada cidade-sede terá três campos oficiais de treino, para que as equipas utilizem na véspera dos encontros.

«Os centro de treino vão ajudar a alavancar o desenvolvimento no país não somente nas cidades-sede, interiorizando o esforço de mobilização para o Mundial», afirmou Luís Fernandes, secretário executivo do Ministério do Desporto brasileiro.