Futebol internacional

20-03-2014 10:35

André Villas-Boas quer ser Pedro, o Grande do Zenit

Vencer o campeonato russo é prioridade de André Villas-Boas.
André Villas-Boas quer ser Pedro, o Grande do Zenit

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O treinador português André Villas-Boas prometeu hoje grandes feitos durante a apresentação como técnico principal do Zenit de São Petersburgo, um dia após a eliminação do clube nos oitavos de final da Liga dos Campeões.

"Quero fazer o mesmo por esta equipa que Pedro, o Grande fez por São Petersburgo", disse Villas-Boas durante a conferência de imprensa de apresentação, em referência ao Czar que fundou em 1703 a antiga capital imperial da Rússia, a segunda maior cidade do país, depois de Moscovo.

O treinador português, de 36 anos, revelou que a aceitação da proposta dos dirigentes do Zenit foi uma "decisão muito fácil" e representa "um passo importante na carreira", pois trata-se de um clube "conhecido na Europa" do futebol.

O desempenho na Liga dos Campeões tem sido o calcanhar de Aquiles do Zenit e é uma das principais metas de Villas-Boas, a par da conquista do título russo, mas o técnico manifestou-se satisfeito com o que viu na quarta-feira no estádio do Borussia de Dortmund, onde a equipa de São Petersburgo venceu por 2-1.

"Foi um excelente resultado. O mais importante é que o Zenit jogou como uma verdadeira equipa: vi espírito de equipa. Espero que possamos fazer bons resultados nos restantes jogos do campeonato russo", observou Villas-Boas, apesar de o triunfo na Alemanha não ter evitado a eliminação nos oitavos de final da “Champions”.

O treinador português rejeitou alterar radicalmente, “em especial nesta altura da época”, a forma e jogar da equipa, que ocupa o segundo lugar do campeonato, a três do líder Lokomotiv de Moscovo, e na qual alinham os internacionais portugueses Luís Neto e Danny.

"O primeiro passo é vencer a Liga russa. Essa é a principal meta neste momento. Se ganharmos os nove jogos que faltam o Zenit será campeão. O meu objetivo é colocar o Zenit no topo. É isso que pretendo fazer", assinalou.

Villas-Boas vai reencontrar em São Petersburgo o avançado internacional brasileiro Hulk, que treinou durante a curta passagem pelo FC Porto, clube no qual conquistou na época 2010/2011 o campeonato, a Taça de Portugal e a Liga Europa, antes de rumar a Inglaterra, onde orientou o Chelsea e o Tottenham.

Conteúdo publicado por Sportinforma com Lusa