Futebol internacional

26-03-2014 16:43

Clubes da Crimeia continuam no campeonato da Ucrânia

Apesar da incerteza na península anexada à Rússia, os clubes da Crimeia vão jogar este fim-de-semana para o campeonato da Ucrânia.
Clubes da Crimeia continuam no campeonato da Ucrânia

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

As partidas do campeonato de futebol da Ucrânia que envolvem as duas equipas da Crimeia vão manter-se no fim de semana, apesar do futuro incerto causado pela anexação da península pela Rússia.

O Tavriya Simferopol e o Sébastopol adiantaram que, apesar do futuro incerto na sequência da decisão tomada em referendo de união com a Rússia, os jogos deste fim de semana, com o Metalurge e com o Karpaty, respetivamente, vão mesmo realizar-se.

"O encontro será jogado", avançou o porta-voz do Sébastopol à AFP, numa altura em que os bilhetes estão à venda por cerca de dois euros (30 hryvnias).

Alguns representantes dos dois clubes da Crimeia manifestaram a esperança de poderem juntar-se ao campeonato russo no final da temporada, que acabou de recomeçar após uma paragem durante o inverno.

Um dirigente de uma das equipas, quando confrontado pela AFP, escusou-se a fazer quaisquer comentários sobre o futuro, alegando que poderia "sofrer consequências".

Outro responsável de um clube ucraniano admitiu ser difícil a entrada das equipas no campeonato russo, apontando como obstáculos a UEFA e a evolução dos acontecimentos na Ucrânia.

O Sébastopol ocupa atualmente a 11.ª posição do campeonato ucraniano, com 19 pontos, mais 22 do que o líder Shakhtar Donetsk. O Tavriya Simferopol segue na 14.ª posição, com apenas nove pontos, numa tabela que inclui 16 equipas.

Junto ao estádio do Simféropol, que tem capacidade para 20 mil pessoas, a maioria dos adeptos pronunciaram-se a favor da integração no campeonato russo, embora reconhecendo muitos que "na Ucrânia tudo seria mais tranquilo".

Quanto aos "ultras" do Simféropol, os mais fervorosos adeptos do clube, são maioritariamente favoráveis à continuação no campeonato ucraniano, o que pode ser atestado facilmente nas redes sociais, nas quais defendem os soldados da Ucrânia, depois de terem sido expulsos pelos russos das suas bases nas Crimeia.

A UEFA garantiu hoje não ter recebido qualquer pedido oficial de transferência para a Liga russa de futebol de clubes da Crimeia que integram o campeonato ucraniano.

“A situação na Ucrânia, Rússia e Crimeia é conhecida por todos, infelizmente, não devido ao futebol, mas neste momento não recebemos qualquer pedido oficial de mudança de campeonato”, disse o secretário-geral do organismo, Gianni Infantino, em Astana, onde se vai realizar a festa do 60.º aniversário da UEFA, na quinta-feira.

O secretário-geral da UEFA adiantou que o organismo que rege o futebol europeu estudará qualquer pedido oficial que surja, assinalando que “ainda é muito cedo para abordar essa questão”:

“Esperemos que tudo corra bem e que o futebol possa unir as pessoas”, observou Infantino.

Conteúdo publicado por Sportinforma com Lusa