Futebol internacional

24-06-2015 19:14

FIFA paga a irlandeses para não magoarem Messi

Ezequiel Fernández Moores revelou a polémica no jornal La Nácion. A Federação irlandesa já desmentiu.
Messi com a camisola da Argentina
Foto: PIYAL ADHIKARY

Messi com a camisola da Argentina

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

De acordo com uma revelação de um jornalista do diário argentino "La Nación", a FIFA terá pago 10 mil dólares a cada jogador irlandês para não magoarem Messi, num encontro amigável com a seleção argentina.

Além disso, o organismo dirigido por Sep Blatter ofereceu cinco milhões de euros à Federação irlandesa, de forma a compensar a eliminação da seleção do país frente à França, através de um golo irregular de Henry que custou a qualificação para o Mundial de 2010.

Num artigo de opinião, o jornalista Ezequiel Fernández Moores recorda que, para além dos cinco milhões de euros pagos, o acordo incluiu um jogo amigável com a seleção celeste, que foi agendado para o dia 11 de agosto de 2010, com a garantia de que a estrela Leonel Messi fosse jogar.

O Barcelona não terá gostado, devido ao valor que teria de pagar pelo seguro do astro argentino, caso este se lesionasse na partida (cerca de cinco milhões de euros). Para contornar a situação, o dirigente da FIFA, Julio Gradona terá pago dez mil dólares a cada jogador irlandês para não magoarem Messi.

Entretanto essa informação já foi desmentida pela Federação irlandesa que refere que a partida foi organizada pela agência Kentaro e anunciado em press release antes do play-off do Mundial, em 2009. O mesmo organismo pondera avançar para os tribunais.

Conteúdo publicado por Sportinforma