Internacional

31-08-2016 22:28

Schweinsteiger chora na despedida

O alemão Sebastien Schweinsteiger despediu-se hoje da seleção da Alemanha com triunfo por 2-0 no particular com a Finlândia, enquanto Robbie Keane marcou na despedida da República da Irlanda com goleada 4-0 sobre Omã.
Schweinsteiger chora na despedida

Schweinsteiger chora na despedida

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

Aos 32 anos, o ‘capitão’ Schweinsteiger, que José Mourinho dispensou da equipa principal do Manchester United, decidiu sair da seleção, momento assinalado com uma homenagem antes do jogo com a Finlândia que levou o campeão do Mundo às lágrimas.

Schweinsteiger teve direito a outro aplauso aos 68 minutos, quando abandonou o relvado de Moenchengladbach e deu lugar à jovem promessa Weigl, encerrando assim sua carreira na seleção após 121 jogos.

Antes do fim, um adepto invadiu o campo para tirar uma ‘selfie’ com o seu ídolo, retirando-se de campo antes que a segurança o fizesse por si: depois, fora das quatro linhas, o abraço ao treinador Joachin Low e a todos os seus companheiros de equipa no banco.

O desafio teve quase sentido único, mas apenas dois golos, o primeiro da autoria do jovem vice-campeão olímpico Max Meyer, aos 55, mais sagaz entre dois defesas, após cruzamento de Goetze na direita.

Ozil (77) fez o segundo, com ajuda involuntária do defesa Arajuuri, que desviou o remate com o joelho e assim traiu o guarda-redes para o definitivo 2-0 em Moenchengladbach.

Em Dublin, o ‘capitão’ Robbie Keane despediu-se da seleção irlandesa aos 36 anos e participou na goleada de 4-0 com um golo aos 30 minutos. Robbie Brady (08) e o veterano Jonathan Walters (34 e 63) compuseram o resultado que marcou o ‘adeus’ do jogador com mais internacionalizações (146) e mais golos (68) ao serviço da seleção do Eire.

A Rússia, que em 2018 organiza o próximo Campeonato do Mundo, para o qual está automaticamente qualificada, empatou 0-0 na visita à Turquia.

Em outros jogos, a República Checa venceu a Arménia por 3-0, a Bielorrússia surpreendeu com triunfo 1-0 na visita à Noruega e a Dinamarca goleou o Liechtenstein por 5-0.

Conteúdo publicado por Sportinforma