Futebol

01-09-2016 12:12

Recordes de transferência em Inglaterra, Alemanha e França

Inglaterra foi o país mais ativo no mercado de transferências. Ao todo gastou-se 1.403.044.000 euros.
Renato Sanches e Hummels no Bayern

Renato Sanches e Hummels no Bayern

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Este foi um verão atípico no que a transferências de futebolistas diz respeito, com grandes movimentações de dinheiro. Os campeonatos inglês, francês e alemão bateram todos os seus recordes de valores gastos em transferências. Inglaterra gastou quase tanto como todas as outras três ligas juntas.

Inglaterra foi o país mais ativo no mercado de transferências. Ao todo gastou-se 1.403.044.000 euros, com 13 dos 20 clubes a baterem os seus recordes de transferência mais cara, com destaque para o Manchester United, de José Mourinho, que comprou o francês Paul Pogba por mais de 100 milhões de euros à Juventus.

Os ‘red devils’, que contrataram Ibrahimovic a custo zero, desembolsaram ainda 42 milhões de euros ao Borussia Dortmund pelo arménio Mkhitaryan.

Inglaterra tem mesmo sete das 10 mais caras ‘compras’ deste mercado, com o Manchester City, agora treinado por Guardiola e que pagou 55,6 milhões de euros por John Stones e 50 por Leroy Sané.

A segunda maior transferência do defeso acabou por ser a do argentino Gonzalo Higuaín, por quem a Juventus pagou 90 milhões de euros ao Nápoles.

Atrás do argentino ficou o brasileiro Hulk, ex-FC Porto, que se mudou do Zenit para os chineses do Shangai SIPG por 55,8 milhões de euros.

O último dia do trouxe algumas surpresas, como o regresso do brasileiro David Luiz ao Chelsea, que pagou cerca de 40 milhões de euros para o ‘resgatar’ ao Paris Saint-Germain.

O francês Sissoko esteve para assinar pelo Everton, mas acabou por não ‘aterrar’ em Liverpool, mas sim em Londres, onde chegou a acordo com o Tottenham, que pagou 35,3 milhões ao Newcastle.


Valores gastos e as três contratações mais caras por país

Premier League - 1.403.044.000 euros, recorde

Contratações mais caras:
1. Paul Pogba (United 105 milhões)
2. John Stones (Manchester City 55,6 milhões)
3. Granit Xhaka (Arsenal 45)

Clubes que mais gastaram:
1. Manchester City: 212,8 milhões
2. Manchester United: 185 milhões
3. Chelsea: 134,8 milhões


Serie A: 699.940.000 euros, recorde


Contratações mais caras:

1. Gonzalo Higuaín (Juventus 90 milhões)
2. João Mário (Inter 40 milhões)
3. Arkadiusz Milik (Nápoles 30 milhões)

Clubes que mais gastaram:
1. Juventus: 162,5 milhões
2. Inter Milão: 108,8 milhões
3. Roma: 98,1 milhões

Bundesliga: 543,532,500 euros, recorde

Contratações mais caras:

1. Renato Sanches (Bayern Munique 35 milhões)
2. Andre Schürrle (Borussia Dortmund 30 milhões)
3. Breel Embolo (Schalke04 22,5 milhões)

Clubes que mais gastaram:
1. Borussia Dortmund: 109,750 milhões
2. Bayern Munique: 70 milhões
3. Wolfsburgo: 49 milhões

La Liga: 458.435.000 euros

Contratações mais caras:
1. André Gomes (Barcelona 35 milhões)
2. Kevin Gameiro (At. Madrid 32 milhões)
3. Morata (Real Madrid 30 milhões)

Clubes que mais gastaram:
1. Barcelona: 157,5 milhões
2. Atlético de Madrid: 81 milhões
3. Sevilla: 61,5 milhões

Conteúdo publicado por Sportinforma