Futebol

05-09-2016 19:24

Mino Raiola: o ex-vendedor de pizas que bateu Jorge Mendes este verão

Raiola encaixou 34,7 milhões de euros só este verão com três futebolistas colocados no Manchester United.
Mino Raiola
Foto: DR

Mino Raiola

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Mino Raiola ganhou grande notoriedade este verão. O polémico empresário italiano deu nas vistas (não pela sua figura física) nesta janela de mercado com a transferência de Paul Pogba da Juventus para o Manchester United, a troco de 105 milhões de euros, naquela que é a transferência mais cara de sempre.

Mas nem só de Pogba se ouviu falar de Raiola. Carmine "Mino" Raiola também colocou Zlatan Ibrahimovic e Henrikh Mkhitaryan nos ´red devils`. Apesar de o sueco estar sem contrato, os ingleses tiveram de abrir os ´cordões à bolsa` para pagar luvas ao jogador e ainda a comissão ao empresário. Ao todo, de acordo com jornal ´Sun`, Raiola encaixou 34,7 milhões de euros só este verão com os três futebolistas colocados no Manchester United, ofuscando assim Jorge Mendes, o superagente português.

Tudo começou uma pizaria em Amsterdão

Quem olha para a figura de Mino Raiola está longe de imagina-lo como empresário. Muito menos como agente de jogadores. O italiano anda quase sempre de calças de ganga, sweat ou t-shirt. Fatos e gravatas não entram no seu vestuário.

O jornal ´Marca` fez o perfil do empresário onde explica os seus negócios, a sua fama, como tudo começou. Raiola é um homem de princípios, para quem a palavra basta. Para ele, não é preciso um contrato escrito para selar um negócio. A palavra, um aperto de mão e 15 por cento do salário do futebolista que representa bastam para ele.

Tudo começou em Amsterdão, na pizaria do seu pai, com muitos jovens a pedirem conselhos e assessoria a Raiola para que os defendesse das "garras da estrutura do futebol holandês, alicerçadas nos anos 90 em normas abusivas e por um grupo de agentes que só pensavam em dinheiro", descreve a ´Marca`.

Raiola percebe a linguagem dos futebolistas. Jogou futebol até aos 22 anos, altura em que decidiu abandonar tudo e ajudar os seus pais na pizaria em Amsterdão, ao mesmo tempo ajudava a gerir o Haarlem, um clube de bairro. Na altura, o Ajax contratava os jovens que começavam a dar nas vistas nos pequenos clubes, pagando quantias irrisórias. Anos depois vendia-os por milhões, enriquecia, enquanto os pequenos continuavam sem receber nada.

Foi aqui que emergiu Raiola. Deixou a pizaria dos pais e começou a ´engordar` a sua carteira de clientes. Começou a circular a informação de que havia um agente que estava a colocar em causa o sistema vigente. "Há um agente que, parece, não vão tratar-nos com gado", era o que se ouvia entre os jovens jogadores do Ajax. Foi assim que captou Ibrahimovic, uma promessa do clube. Mais tarde ajudou a transferir Dennis Bergkamp do Ajax para a Inter Milão, depois negociou outros jogadores entre eles, Frank Rijkaard e Pavel Nedved. O que ganhou com a transferência de Nedved do Sparta de Praga para a Lázio em 1996 fez-lhe ver que podia ter um nome no mundo dos agentes de futebolistas.

A sua empresa é formada por um par de pessoas, com a advogada brasileira Rafaela Pimenta à cabeça. Não tem motorista, não usa fato nem gravata, não possui nenhum iate ou carro de luxo e só tem um telemóvel. Vive num apartamento no Mónaco porque a localização permite-lhe estar em qualquer capital europeia em pouco tempo. Além de empresário de jogadores, Raiola também trabalha diretamente com os clubes, oferecendo serviços de colaboração e assessoria, ajudando-os a contratar jogadores que não são representados por ele

Um negociador implacável... com muitos inimigos

A sua fama de negociador implacável já lhe rendeu algumas ´guerras`. Alex Ferguson, antigo treinador do Manchester United, nunca ´morreu de amores` por Raiola: "Não gosto dele. Desconfiei dele desde o primeiro dia que o conheci", disse o técnico. E a razão é simples: foi Raiola quem ´tirou` Pogba do Manchester United e colocou-o na Juventus a custo zero. O jovem médio francês, na altura com 18 anos, queria um contrato melhor e mais jogos na primeira equipa dos ´red devils`. Ferguson assim não entendeu e não deu o que o miúdo queria.

Na altura em que Raiola colocava Pogba na Juventus, adicionou uma alínea à cláusula do contrato do jogador: o agente receberia 25 por cento de qualquer transação do médio francês. Quatro anos depois, Pogba voltou ao Manchester United por 105 milhões de euros. 25 por cento desse valor foi para Raiola, que ainda recebeu a sua comissão por intermediar o negócio.

Aurelio de Laurentiis, presidente do Nápoles está entre os ódios de estimação de Raiola. Assim como Pep Guardiola. A relação entre os dois degradou-se quando o técnico catalão era treinador de Ibrahimovic no Barcelona. Zlatan foi perdendo espaço na equipa com a ascensão de Messi, passou a ficar no banco e entrou em rota de colisão com o técnico. Os dois nem se falavam. Ibrahimovic acabou por sair para Itália. Na altura, Raiola disse que Guardiola, como técnico, era excelente, mas como pessoa era uma m....

A carteira de clientes de Raiola é formada por muitas estrelas. Além de Pogba e Ibrahimovic, o italiano de 48 anos é o empresário de Matuidi, Romelu Lukaku, Mario Baloitelli, entre outras estrelas.

Um lema de vida de Raiola é este: "Seja forte com os fortes e fraco com os fracos Recentemente, numa entrevista ao jornal ´Marca`, explicou em que consistia o seu negócio no mundo do futebol: "O meu trabalho é procurar ouro. O que se passa é que, de vez em quando, aparece alguma pepita".

Conteúdo publicado por Sportinforma