Futebol internacional

07-09-2016 09:13

Peru bate Equador e regressa aos triunfos na qualificação

Christian Cueva abriu o caminho do Peru para o regresso às vitórias.
Christian Cueva celebra um golo pelo Peru
Foto: EPA/German Falcon

Christian Cueva celebra um golo pelo Peru

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Peru regressou na terça-feira às vitórias no torneio sul-americano de qualificação ao Mundial2018 depois de bater o Equador por 2-1, em Lima, no jogo que encerrou a oitava jornada desta fase de apuramento.

Entrando neste jogo com apenas uma vitória e um empate, o Peru entrou melhor no confronto com o Equador e adiantou-se no marcador logo aos 18 minutos, com um golo de Christian Cueva.

Os equatorianos responderam em cima da primeira meia hora, por intermédio de Gabriel Achilier, que levou o jogo empatado para o intervalo.

Já na fase decisiva da segunda parte, aos 77 minutos, Renato Tapia recolocou a seleção anfitriã na frente, fechando o resultado final do jogo, que acabou com alguma polémica e indisciplina.

No tempo de compensações, Michael Arroyo, que tinha entrado aos 85 minutos para o lugar de Jefferson Montero, recebeu ordem de expulsão do árbitro colombiano Wilmar Roldán, por protestos.

Antes, a vice-campeã mundial Argentina, depois de estar a perder por 2-0 na Venezuela, e o bicampeão sul-americano Chile, incapaz de marcar um golo na receção à Bolívia, empataram os seus jogos de apuramento para o Mundial2018.

O ex-central portista Nicolas Otamendi, com um golo aos 83 minutos, na sequência de um canto marcado pelo ex-benfiquista Angel Di Maria, salvou um ponto para os ‘albi-celestes’, desfalcados do lesionado Lionel Messi e que já haviam encurtado distâncias aos 58, por Lucas Prato.

Com este empate, a Argentina, que também não contou com Sergio Aguero ou Gonzalo Higuaín, caiu, para já, no segundo posto da zona sul-americana, sendo ultrapassada pelo Uruguai.

Os uruguaios receberam e golearam o Paraguai por 4-0, num jogo em que o ‘Bota de Ouro’ Luis Suárez foi a grande figura, ao marcar o terceiro golo, aos 45+1 minutos, na transformação de um penálti, e ao oferecer o primeiro e o quarto a Edinson Cavani, aos 18 e 54.

Com oito jornadas, lidera o Uruguai, com 16 pontos, mais um que Brasil e Argentina. Ambos são seguidos de perto por Colômbia e Equador, os dois com 13 pontos.

Os quatro primeiros classificados da zona sul-americana qualificam-se diretamente para o Mundial de 2018, que se realiza na Rússia, enquanto o quinto vai disputar um ‘play-off’ intercontinental.

Conteúdo publicado por Sportinforma