FIFA

15-09-2016 09:03

Federação da Guatemala suspensa por interferência de terceiros

FIFA Executive Committee meeting in Zurich

Sede da FIFA, em Zurique

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A FIFA vai suspender nas próximas horas, por “ingerência de terceiros”, a Federação de Futebol da Guatemala, acusada de irregularidades num caso de ‘doping’, anunciou esta quarta-feira Primo Corvaro, do órgão máximo do futebol mundial.

A notificação – que faz com que as seleções e clubes guatemaltecos fiquem de fora de competições internacionais – deve chegar à Federação de Futebol da Guatemala (Fedefut) ainda hoje, mas só pode ser concretizada depois de a Guatemala terminar a participação no Mundial de Futsal, que decorre na Colômbia, revelou Primo Corvaro, emissário da FIFA, após reunir-se com os responsáveis da Fedefut na Guatemala.

No passado dia 08, o comité regulador da Fedefut, nomeado em janeiro último, após o escândalo de corrupção que atingiu a FIFA, foi suspenso pela Confederação Desportiva Autónoma da Guatemala (CDAG).

De acordo com a CDAG, a suspensão surgiu de um recurso de quatro jogadores afastados por ‘doping’, que alegaram um mau procedimento por parte do comité na investigação do caso.

Primo Corvaro disse estar em causa uma “ingerência” inaceitável na Fedefut.

Numa carta, datada de 22 de julho, a Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf) advertiu que caso houvesse uma sanção por parte do órgão nacional, a FIFA poderia suspender a Fedefut.

O comité regulador da Fedefut, formado após a prisão por corrupção do ex-presidente Brayan Jiménez, anunciou que já recorreu, apesar de a FIFA ter dito que caso o recurso seja indeferido manter-se-á a suspensão.

“É uma situação muito grave”, observou o suíço Primo Corvaro, reiterando a confiança da FIFA no comité para continuar com as reformas estatutárias no seio da Fedefut: “Acreditamos que estão a trabalhar muito bem”.

Conteúdo publicado por Sportinforma