Futebol

16-03-2017 15:24

Treinador do Sporting da Guiné-Bissau abandona após 0-4 com Benfica

Os sócios acusam o presidente de má gestão, de tratar mal os jogadores e de estar a conduzir o Sporting para a segunda divisão.
bola futebol geral
Foto: Hugo Delgado/Lusa

No campeonato, o Sporting ocupa a oitava posição, com 13 pontos

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O treinador do Sporting da Guiné-Bissau, Marcelo Mendonça, anunciou hoje que abandona o seu lugar, depois de uma derrota por 4-0 diante do Benfica de Bissau, em jogo da Taça da Guiné em futebol.

Marcelo Mendonça justificou o pedido de demissão não só pela derrota frente ao Benfica, mas pelas desavenças entre o presidente do clube, Daniel Mango, e um grupo de sócios que o contestam.

Os sócios acusam Daniel Mango de má gestão, de tratar mal os jogadores e de estar a conduzir o Sporting para a segunda divisão.

As desavenças entre as duas partes já motivaram a intervenção da polícia, quando o presidente, Daniel Mango, foi impedido de entrar na sede do clube por parte dos sócios que o contestam.

O líder dos sócios, Midana Sambú, diz que querem a saída de Daniel Mango.

O treinador dos ‘leões’ da Guiné-Bissau diz que não tem condições para trabalhar e convida os sócios e o presidente a tentarem encontrar entendimento, caso contrário, diz, “o Sporting vai afundar-se”.

No campeonato, o Sporting ocupa a oitava posição, com 13 pontos - o Benfica é líder, com 24 pontos- e, na quarta-feira, foi eliminado da Taça da Guiné, com uma derrota por 4-0 face aos ‘encarnados' de Bissau.

Conteúdo publicado por Sportinforma