Football Talks

22-03-2017 17:07

Juventus: A 'velha senhora' mudou de traje, mas não de hábitos

Quando o poder de um símbolo precisa de acompanhar a evolução de forma a manter a 'lei do mais forte'.
Silvio Vigato em ação no Football Talks 2017
Foto: FPF

Silvio Vigato em ação no Football Talks 2017

Por Eduardo Santiago e Inês Antunes sapodesporto@sapo.pt

A tradição já não é o que era, costumam dizer os mais tradicionalistas, e no caso da Juventus, mudar o emblema para uma versão mais estilizada não foi uma decisão fácil, mas necessária, na perspectiva de Silvio Vigato, um dos responsáveis pelo marketing da Juventus.

O co-diretor de receita da Juventus foi um dos convidados desta quarta-feira no Football Talks, e trouxe para a discussão o dilema que muitos emblemas históricos enfrentam, ou vão enfrentar no futuro, relativamente ao mercado global e o desafio de acompanhar as mudanças no panorama internacional mantendo uma identidade nacional.

Depois da mudança de emblema em 2005, a Juventus apresentou recentemente um novo logotipo mais estilizado, algo que gerou alguma controvérsia entre os milhares de adeptos, e que Silvio Vigato fez questão de abordar hoje.

"É difícil criar uma marca distinta em preto e branco. Como o nosso 'chaiman' costuma dizer: nós não temos medo", começou por dizer Silvio Vigato sobre a mudança drástica do emblema de Turim.

Questionado sobre o possível impacto negativo que uma mudança tão grande pudesse provocar num clube com uma longa tradição, o dirigente italiano garantiu que os 'riscos' foram calculados e que é necessário abraçar a mudança como parte da evolução.

"Não, não pensámos nisso. Com o projeto e ideias que tínhamos em mente era impossível. Se falarmos de novos alvos, seja na China, no México ou onde for, os mesmos pretendem algo para além do futebol. Não acreditávamos que pudesse haver uma mudança sem que o logo e sem que a imagem fosse 'refinada'. Claro que há riscos. Tentamos remar contra a natureza humana que pretende sempre o tradicionalismo, mas a evolução trouxe-nos aqui", disse Vigato antes de frisar um dos aspectos fundamentais para cimentar uma marca forte: ganhar no terreno.

"Há algo fundamental: é preciso agora ganhar em campo!. Se tal acontecer será tudo mais fácil. Por exemplo, temos apresentado de forma gradual o logo no estádio da Juventus, em dias de jogo, e não há vaias. Toda a gente se diverte no recinto e acreditamos que o logo está a ser bem aceite. Ganhando em campo tudo será mais fácil", concluiu Silvio Vigato.

Conteúdo publicado por Sportinforma