Football Talks

24-03-2017 13:43

Pierluigi Collina: "A tecnologia ainda precisa do lado humano para funcionar"

Presidente do Comité de Árbitros da FIFA defende a integração das novas tecnologias no futebol, mas recorda a importância do factor humano na gestão da tecnologia.
collina

Presidente do Comité de Árbitros da FIFA defende a integração das novas tecnologias no futebol, mas recorda a importância do factor humano na gestão da tecnologia.

Por Eduardo Santiago e Inês Antunes sapodesporto@sapo.pt

O antigo árbitro italiano, Pierluigi Collina, foi um dos principais oradores no congresso 'Football Talks', onde abordou vários tópicos relacionados com o sector da arbitragem, nomeadamente a introdução da tecnologia no futebol.

Apesar de defender a integração de recursos tecnológicos como meio de auxílio das arbitragens, o Presidente do Comité de Árbitros da FIFA frisou que o factor humano irá sempre sobrepor-se à tecnologia.

"A tecnologia ainda precisa do lado humano para funcionar. Até ao momento, os testes do vídeo-árbitro estão a correr bem. Claro que ainda há muitos aspectos a melhorar, mas é para isso que servem os testes", disse Pierluigi Collina.

"Vivemos numa era em que a tecnologia é muito usada, e é normal que o futebol também use as novas tecnologias. O objetivo é evitar erros graves que possam afectar o resultado de jogo. Normalmente não há muitos erros graves durante o jogo, então, acho que não vai ter um impacto assim tão grande, mas certamente vai mudar alguma coisa", acrescentou o antigo árbitro italiano.

Conteúdo publicado por Sportinforma