Futebol

28-03-2017 17:31

Federação argentina vai recorrer do castigo a Messi

Palavras insultuosas do capitão da seleção a um árbitro assistente estão na origem do castigo.
Argentina vs. Chile
Foto: Lusa

Messi ao serviço da seleção argentina

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

A Federação Argentina de futebol (AFA) informou que vai recorrer da suspensão de quatro jogos a Lionel Messi, conhecida hoje, por palavras insultuosas do capitão da seleção a um árbitro assistente.

O incidente ocorreu no jogo da última eliminatória sul-americana para o Mundial2018, na receção da Argentina ao Chile, na sexta-feira, que terminou com o triunfo da equipa da casa, com uma grande penalidade apontada por Messi.

O árbitro não puniu o jogador na ocasião, mas a FIFA informou a AFA que estava a investigar o comportamento, que o árbitro assistente fez constar mais tarde no relatório, quando se apercebeu que tinha sido um insulto, tendo depois anunciado o castigo.

“A AFA vai recorrer, como o deve fazer”, sublinhou o secretário das seleções nacionais da Argentina, Jorge Miadosqui, acrescentando que o jogador “está triste, como todos, porque viajou para jogar e que devia jogar”.

Além da suspensão, a FIFA multou também o jogador do FC Barcelona em 10.000 francos suíços (perto de 9.400 euros).

A Argentina encontra-se na Bolívia, em La Paz, onde defronta hoje a seleção local, em mais um jogo da fase de qualificação para o Mundial2018.

O apuramento sul-americano está a cinco jornadas do final, com a Argentina situada na terceira posição, a oito pontos do líder Brasil, e com apenas mais dois do que o Equador, quinto.

Os quatro primeiros têm acesso direto ao Mundial da Rússia, enquanto o quinto disputará uma eliminatória com o vencedor da zona da Oceânia.

Conteúdo publicado por Sportinforma