Futebol / Internacional

28-03-2017 15:25

Messi suspenso por quatro jogos. Conheça a história em torno da suspensão

A FIFA anunciou, esta terça-feira, a suspensão de Leonel Messi por quatro jogos.
Messi
Foto: AFP or licensors

Messi

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O Comité de Disciplina da FIFA tornou pública a decisão de sancionar Messi com quatro jogos.

O Comité de Disciplina do órgão máximo do futebol mundial, que tinha aberto um processo disciplinar a Lionel Messi por insultar um dos árbitros assistentes durante o encontro entre a Argentina e a Chile no passado sábado, decidiu castigar o jogador com base nas imagens televisivas. Isto apesar do árbitro não ter referido esse facto no relatório do jogo.

O craque do Barcelona vai assim falhar o encontro desta noite com a Bolivia em La Paz e a partida frente ao Uruguai que terá lugar no dia 31 de Agosto. O centrocampista vai estar apenas disponível na última jornada da qualificação sul-americana.

História em torno da suspensão

Tudo se passou na partida com o Chile. O craque insultou o assistente da partida. Emerson Augusto de Carvalho só se apercebeu do insulto a seguir ao encontro, através da imprensa. O assistente não percebeu o insulto do argentino. Só se apercebeu que Messi protestou contra uma falta assinalada contra a sua equipa, esbracejando e dizendo algo que não conseguiu ouvir.

"Só através da imprensa é que entendi que se tratava de um insulto".

Já durante o dia, o organismo regulador do futebol mundial esteve a apurar se Messi tinha dirigido palavras menos próprias aos árbitros assistentes durante o jogo

de sexta-feira, que a Argentina venceu por 1-0, com um golo da 'pulga' de grande penalidade.

Apesar do árbitro Sandro Ricci não ter feito referência ao incidente, no relatório, a FIFA resolveu levantar um procedimento a seguir ao jogo ao 10 da alviceleste.

Depois de conhecido esse procedimento a AFA (Federação Argentina de Futebol) assegurou que não havia motivos de preocupação e que o jogador não seria suspenso e seria opção para a partida com a Bolívia desta terça-feira.

Decisão da FIFA

Entretanto a FIFA já tornou pública a sua decisão, que foi baseada em imagens televisivas da partida que teve lugar no estádio Monumental.

Fonte da AFA já colocou em questão os motivos pelos quais a organismo máximo do futebol suspendeu o argentino.

Depois de conhecido o castigo, o líder máximo do futebol argentino Armando Pérez mostrou a sua indignação em declarações ao canal desportivo TyC Sports.

"Parece-me demasiado quatro jogos. Vamos fazer um apelo e tentar diminuir o castigo", referiu.

O dirigente sublinhou que pode ter sido aberto um precedente, uma vez que os juízes durante a partida não se queixaram de qualquer tipo de insulto e o árbitro não escreveu nada sobre a alegada ofensa no relatório de jogo.

A Federação Argentina vai recorrer da sanção ao Comité de Apelo da FIFA, e em função da decisão, o caso pode mesmo chegar ao TAS.

Veja o vídeo que motivou a suspensão

Conteúdo publicado por Sportinforma