Qualificação Mundial 2018

29-03-2017 12:19

Na América do Sul há algo de novo: um apuramento e uma 'dança' na classificação

Brasil foi a primeira equipa a garantir a passagem ao Mundial da Rússia, numa jornada marcada por algumas mudanças na tabela classificativa e pela derrota da Argentina em La Paz.
Brasil festeja golo
Foto: DR

Brasil já está apurado para o Mundial na Rússia

Por Inês Antunes sapodesporto@sapo.pt

Terminada mais uma jornada da zona sul-americana de qualificação para o Mundial de 2018, há já um apuramento para a fase final garantido, bem como algumas mudanças na tabela classificativa, isto numa altura em que faltam disputar apenas quatro jogos.

Começamos, claro está, pelo apurado Brasil, equipa que esta madrugada reservou a primeira vaga na competição que terá lugar na Rússia (automaticamente apurada). A formação de Tite, única totalista nas fases finais, bateu o Paraguai por 3-0 – golos de Philippe Coutinho, Neymar e Marcelo - e mantém-se tranquila na liderança do Conmebol, com 33 pontos. Esta foi, de resto, a oitava vitória em oito jogos sob a batuta de Tite.

Mesmo perdendo os últimos quatro jogos, os ‘canarinhos’ já só podem ser ultrapassadom por três seleções, uma vez que o Uruguai e a Argentina ainda se defrontam, precisamente na próxima jornada, a 30 de agosto. Atrás do Brasil há uma corrida bem mais renhida, com a Colômbia na segunda posição, com 24 pontos, seguida do Uruguai e do Chile, ambos com 23, e da Argentina, com 22. Foi precisamente a derrota do Uruguai com o Peru, em Lima, por 2-1, que antecipou a qualificação brasileira.

Com Maxi Pereira a titular, a seleção uruguaia foi a primeira a adiantar-se no marcador através de Carlos Sánchez, mas a resposta da equipa de Carrillo (também ele titular) não se fez esperar: Paolo Guerrero empatou a partida na sequência de um canto e, já na segunda parte, Édison Flores consolidou a reviravolta aos 62 minutos. Ainda que fora da zona de apuramento, o conjunto peruano pode continuar a sonhar uma vez que está a cinco pontos dos lugares de acesso ao Mundial.

A derrota do Uruguai permitiu a subida ao segundo lugar da Colômbia, que venceu no terreno do Equador, por 2-0, com golos de James Rodríguez (20’) e Cuadrado (34’). Luis Caicedo deixou os equatorianos a jogar com dez, na sequência da sua expulsão ao minuto 61.

Surpreendente foi mesmo a derrota da Argentina frente à Bolívia (2-0). Orfã de Lionel Messi, suspenso por quatro jogos, a formação albiceleste teve dificuldades em respirar nas alturas de La Paz. Beneficiou a equipa da casa, que marcou por intermédio de Juan Arce, aos 31 minutos, de cabeça, e Marcelo Moreno, aos 53.

Com este quarto ‘desaire’ na fase de qualificação, a Argentina caiu para a quinta posição da tabela classificativa, permitindo, por sua vez, a subida ao quarto lugar do Chile, que esta madrugada bateu a Venezuela por 3-1. Alexis (5’) e Esteban Paredes (7’ e 22’) chegaram ao 3-0 ainda antes do intervalo, cabendo a Rondón o golo de honra, aos 63 minutos na sequência de uma bola parada.

Recorde-se que, na zona sul-americana, os quatro primeiros classificados qualificam-se diretamente para a fase final do Mundial 2018, enquanto o quinto classificado irá disputar um 'play-off' intercontinental com o vencedor do grupo da Oceânia.

Conteúdo publicado por Sportinforma