Futebol / Internacional

30-03-2017 19:11

Platini: "Blatter é o maior egoista que vi na vida"

Antigo dirigente quebrou o silêncio depois de um ano sem falar.
Michel Platini
Foto: Lusa

Michel Platini

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A amizade entre os dois homens fortes do futebol mundial dos últimos anos parece ter caído definitivamente em desgraça. Michelle Platini, antigo presidente da FIFA, quebrou o silêncio em entrevista ao jornal francês 'Le Monde'. O ex-futebolista diz-se inocente em todo o processo em que se viu envolvido e aponta o dedo a Blatter.

"Não sei o que fiz de mal", para de seguida tecer duras acusações ao Sepp Blatter.

"No final ele defendeu a sua pele. Blatter nunca me defendeu. É o maior egoista que vi na minha vida. Ele disse sempre que eu seria o seu último escalpe. Sei que ele tinha uma fixação por mim. Sem falar na inveja que ele tem por eu ter sido o futebolista que fui. Vi-o pela última vez no TAS, em agosto de 2016. Foi como se não houvesse nada do seu lado. Fazia piadas", recordou.

Quanto a um eventual regresso ao futebol, Platini diz que o seu ciclo no futebol não está fechado: "Ainda não terminou", afiançou.

Recorde-se que Platini foi suspenso por quatro anos no âmbito do escândalo de corrupção na FIFA.

Conteúdo publicado por Sportinforma