Futebol internacional

10-04-2017 11:32

Líderes não desarmam em jornada feliz para os portugueses lá fora

Saiba o que aconteceu nas principais ligas europeias.
Pepe celebra golo pelo Real Madrid

Pepe marcou um golo este fim de semana

Por Inês Antunes sapodesporto@sapo.pt

Estamos em contagem decrescente para o final da época e o futebol, quer no plano nacional quer no internacional, está ao rubro. Mas vamos focar-nos apenas no que aconteceu além-fronteiras. Na antecâmara da Liga dos Campeões, o fim de semana ficou pautado por grandes jogos, algumas escorregadelas, mas, feitas as contas, nada que tivesse ‘beliscado’ as classificações das principais ligas europeias.

Em Espanha, o empate entre Real Madrid e Atlético de Madrid (1-1) deixava o Barcelona em posição privilegiada para ganhar terreno ao líder, mas os catalães depararam-se com um Málaga (atual 14.º classificado) inspirado no La Rosaleda, que acabou por bater a equipa ‘culé’ por 2-0, com golos de Sandro e Jony, deixando ainda Neymar em risco de falhar o clássico de dia 23, depois de ter visto cartão vermelho.

Assim sendo, a 31.ª jornada da Liga espanhola terminou com o Real Madrid na liderança, mas agora com três pontos de vantagem sobre o Barcelona. Não esquecendo que a equipa de Zidane ainda tem um jogo a menos. Pepe foi um dos heróis da jornada, com um saldo de um golo e duas costelas partidas.

Viajamos agora para a Premier League, onde pouco ou nada de novo aconteceu no que a ‘danças’ na classificação diz respeito. O Chelsea venceu no terreno do Bournemouth por 3-1 e mantém-se firme na liderança, com 75 pontos, mais sete que o Tottenham, que goleou o Watford (4-0).

Já o Manchester United de José Mourinho também não teve problemas em bater o ‘lanterna vermelha’ Sunderland por 3-0, no Stadium of Light, ocupando a quinta posição, com 57 pontos, mais três que o Arsenal, que só joga esta noite, e a quatro do Manchester City, que levou a melhor sobre o Hull City (3-1). Apesar da derrota, a equipa de Marco Silva continua fora da zona de despromoção, estando dois pontos acima da linha de água.

Em França, Mónaco e PSG não desarmam na luta pelo título. A equipa de Leonardo Jardim conseguiu um triunfo apertado no terreno do Angers (1-0), mas mantém os três pontos de vantagem sobre a formação parisiense, que continua inspirada no que toca a golos: este domingo foram mais quatro frente ao Guingamp.

Destaque ainda para a surpreendente reviravolta do Lorient no terreno do Lyon, de Anthony Lopes, a vencer por 4-1 depois de ter estado a perder por 1-0. Já o Nantes de Sérgio Conceição empatou a uma bola em Saint Etiénne e está agora no oitavo lugar, com 42 pontos.

Na Bundesliga, a jornada foi do Bayern Munique, que goleou o Borussia Dortmund por 4-1, somando assim o 30º jogo em casa sem perder. O único golo dos visitantes foi apontado por um português, Raphael Guerreiro, com espaço ainda Ribéry igualar os 110 golos de Uli Hoeness ao serviço dos bávaros.

Com esta derrota, a equipa do Vale do Ruhr deixou-se ultrapassar na terceira posição pelo surpreendente Hoffenheim, que soma agora mais um ponto. Já a equipa de Carlo Ancelotti continua dona e senhora da competição, com dez pontos de vantagem sobre o Leipzig.

Em terras italianas, a Juventus mantém os mesmos seis pontos de vantagem sobre a Roma, depois de ter vencido o Chievo, com um ‘bis’ de Gonzalo Higuaín, que assim passa a somar 20 golos na época de estreia pela ‘vecchia signora’. Destaque ainda para a vitória do Nápoles em Roma, frente à Lazio (3-0) e para o empate da Fiorentina de Paulo Sousa no terreno do Sampdória (2-2), com direito a golo de um português, Bruno Fernandes.

Conteúdo publicado por Sportinforma