FIFA

10-05-2017 18:06

Olli Rehn proposto para suceder a Poiares Maduro na FIFA

Ex-vice-presidente da Comissão Europeia é um dos nomes em cima da mesa.
Olli Rehn

Olli Rehn pensado para a FIFA

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O ex-vice-presidente da Comissão Europeia e antigo comissário dos Assuntos Económicos, o finlandês Olli Rehn, está entre as pessoas propostas pelo conselho da FIFA no Bahrein para comissões que pretende renovar, neste caso na de governança.

Rehn, que foi vice-presidente da Comissão Europeia entre 2011 e 2014, vice-presidente do Parlamento Europeu de 2014 a 2015 e ministro da Economia da Finlândia em 2015 e 2016 vai ser proposto para vice-presidente da comissão de governança, que será liderada pelo indiano Justice Mukul Mugdal, juiz reformado da Corte de Justiça do seu país.

A colombiana María Claudia Rojas, ex-presidente do conselho de estado, é proposta para comandar a câmara de investigação da comissão de ética, que até agora era responsabilidade do suíço Cornel Borbely.

A comissão de resolução terá como novo responsável o grego Vassilios Skouris, ex-presidente do Tribunal Europeu de Justiça, que substitui o alemão Hans-Joachim Eckert.

O esloveno Tomasz Vesel, presidente do Tribunal de Auditores do seu país, ficará com a comissão de auditoria e conformidade, de acordo com o já anunciado pela FIFA em julho de 2016, após a demissão no congresso do México do ítalo-suíço Domenico Scala, que encabeçava o organismo deste a sua criação, em 2012.

A comissão de disciplina será atribuída ao ganês Justice Anin Yeboah, saindo o suíço Claudio Susler, ficando o paraguaio Alejandro Piera como vice-presidente.

O antigo futebolista sueco Thomas Bodstrom, que chegou a ser ministro da justiça do seu país, fica com a comissão de apelo, secundado pelo norte-americano Neil Egglestosn, antigo conselheiro da Casa Branca.

Conteúdo publicado por Sportinforma