Futebol

22-05-2017 14:28

Bas Dost bem tentou mas a Bota de Ouro vai mesmo para Messi

'Ranking' dos goleadores dos campeonatos europeus ainda não está fechado, mas o troféu está praticamente entregue.
Messi marca golo da vitória frente ao Real Madrid
Foto: JUAN CARLOS HIDALGO / EPA

Lionel Messi

Por Inês Antunes sapodesporto@sapo.pt

Bas Dost ainda tentou uma, duas, três vezes, mas a Bota de Ouro estava mesmo destinada a Lionel Messi. Apesar do hat-trick do avançado do Sporting contra o Chaves, o argentino também fez das suas e bisou no triunfo sobre o Eibar, terminando a Liga espanhola com 37 remates certeiros, mais três do que o holandês. A completar o pódio está Aubameyang, do Borussia Dortmund, com 31 tentos. Com um dado curioso: nenhum dos três sagrou-se campeão pela respetiva equipa.

Apesar de a época ainda não ter terminado em Itália, será quase impossível que algum dos jogadores a militar na Serie A possa chegar ao topo do ‘ranking’. Dos jogadores que ocupam o top-10, apenas Edin Dzeko (Roma) e Dries Mertens (Nápoles) ainda não encerraram o campeonato, sendo que só têm um jogo para disputar e já estão muito longe do topo - o bósnio tem menos nove golos do que Messi, o belga menos 10 - , pelo que o troféu deste ano parece estar entregue.

Posto isto, o craque do Barcelona termina a temporada como melhor marcador da liga espanhola (e dos campeonatos europeus), com 37 golos, seguido de Bas Dost (‘rei’ da Liga portuguesa), com 34, ambos sem grande concorrência nos respetivos campeonatos. Suárez ainda foi dando um ar da sua graça, terminando a época com 29 remates certeiros, ainda assim insuficientes para fazer mossa ao companheiro de equipa.

A luta foi bem mais acesa na Bundesliga, entre Aubameyang e Lewandowski, com o gabonês a levar a melhor no final – 31 golos, apenas mais um que o polaco. O avançado do Bayern Munique, por sua vez, acabou por sorrir no plano coletivo, com a conquista do campeonato. Ele e Ronaldo são, de resto, os únicos goleadores do top-10 (até ao momento) a terem oportunidade de festejar um título.

Harry Kane, do Tottenham, foi o melhor marcador da Premier League, com 29 golos, registo que lhe confere a quinta posição do ‘ranking’ da Bota Europeia, em igualdade pontual com Suárez. Os dois jogadores ainda podem ser ultrapassados por Dzeko (28) ou Mertens (27), que, a uma jornada do fim da liga italiana, ainda estão na luta pelo título de melhor marcador da prova.

Edison Cavani, melhor marcador do campeonato francês (35) e Cristiano Ronaldo (25) fecham o lote dos dez principais goleadores europeus, com outro dado interessante em relação ao uruguaio: apesar de ter terminado a época com mais um golo do que Bas Dost, o avançado do PSG ficou penalizado pelo facto de a Ligue 1 ter um fator de multiplicação de pontos (1,5) inferior ao dos campeonatos de Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália e Portugal - que estavam nos cinco primeiros lugaresdo ‘ranking’ da UEFA no início da época.

Confira a classificação da Bota de Ouro:

1. Lionel Messi (Barcelona), 37 golos/74 pontos

2. Bas Dost (Sporting), 34/68

3. Pierre-Emerick Aubameyang (B. Dortmund), 31/62

4. Robert Lewandowski (Bayern Munique), 30/60

5. Luis Suárez (Barcelona), 29/58

5. Harry Kane (Tottenham), 29/58

7. Edin Dzeko (Roma), 28/56*

8. Dries Mertens (Nápoles), 27/54*

9. Edinson Cavani (PSG), 35/52,5

10. Cristiano Ronaldo (Real Madrid), 25/50

*Jogadores que ainda têm mais um jogo para disputar

Conteúdo publicado por Sportinforma