Mundial sub-20

26-05-2017 13:13

Emílio Peixe determinado na qualificação apesar dos maus resultados

Seleção portuguesa sub-20 não tem sido feliz na comeptição
Emílio Peixe
Foto: SAPO Desporto

Emílio Peixe, selecionador sub-20

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

O selecionador português de futebol de sub-20, Emílio Peixe, disse hoje que os jogadores “estão a reagir bem” aos resultados negativos no Mundial da categoria e determinados a concretizar o objetivo dos oitavos de final.

“Sabemos que só dependemos de nós neste momento, vamos à procura da nossa felicidade e sinto que os jogadores estão a reagir bem. Querem muito atingir os oitavos de final e é para isso que vamos trabalhar", observou o técnico, em declarações publicadas no site oficial da Federação Portuguesa de Futebol.

Emílio Peixe reconheceu que a equipa lusa não foi eficaz no capítulo da finalização nos dois jogos anteriores, na estreia frente à Zâmbia, num jogo em que perdeu por 2-1, e no empate 1-1 com a Costa Rica, na segunda jornada do Grupo C, mas só pensa em vencer o Irão, na última ronda.

“Sabemos onde estamos e em que condições estamos, mas não é por isso que vamos ‘atirar a toalha ao chão’, não é por isso que vamos desistir do nosso sonho. Vamos atrás dele e iremos tentar aproveitar já esta oportunidade, frente ao Irão, para podermos ser felizes”, assinalou.

O selecionador nacional notou que o Irão dispõe de “uma organização defensiva muito difícil de ultrapassar”, advertindo também que é preciso “ter muito cuidado com as bolas paradas e as transições ofensivas” do adversário de sábado.

“É uma equipa que baixa muito o seu bloco, que defende com uma linha de cinco e até de seis [jogadores]. Sabendo que podem jogar com dois resultados, vão apresentar a mesma estratégia, a mesma abordagem ao jogo que foi feita nos dois primeiros jogos”, explicou Emílio Peixe.

A ‘equipa das quinas’ precisa de vencer o Irão, na cidade sul-coreana de Incheon, em jogo com início às 17:00 horas (09:00 em Lisboa), e de esperar que a Costa Rica não vença a líder Zâmbia para terminar no segundo lugar, ainda que o terceiro posto também possa valer a qualificação.

Conteúdo publicado por Sportinforma