Futebol/Turquia

26-05-2017 18:24

Presidente turco vai banir a palavra ‘arena’ dos nomes de estádios

Decisão deve-se ao facto de 'arena' ser um termo estrangeiro que se refere às batalhas de gladiadores.
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoga
Foto: DR

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoga

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou hoje que pediu ao ministro do Desporto para banir a palavra ‘arena’ dos nomes dos estádios, por ser um termo estrangeiro que se refere às batalhas de gladiadores.

Num discurso a alunos finalistas de escolas religiosas de Istambul, o presidente turco explicou que é contra a palavra, porque representa “o que se fazia em arenas no passado, onde homens eram esfolados por animais ferozes”.

“Dei instruções ao ministro do Desporto para remover a palavra dos nomes de estádios”, revelou Erdogan, que é um conhecido defensor da língua turca, tendo-se manifestado, na quarta-feira, num congresso dedicado à língua, contra o uso de palavras estrangeiras em sinais e como nome de infraestruturas desportivas.

Vários estádios turcos de futebol incluem ‘arena’ no nome, muitos por razões de patrocínio, como é o caso da Vodafone Arena, do Besiktas, a Turk Telekom Arena, do Galatasay, mas a proibição de Erdogan pode afetar outro tipo de equipamentos desportivos, como a Ulker Sports Arena, pavilhão que alberga a equipa de basquetebol do Fenerbahçe, recentemente campeão da Euroliga.

Conteúdo publicado por Sportinforma