Futebol internacional

29-05-2017 07:04

Debandada em estádio nas Honduras causa quatro mortos e 25 feridos

Milhares de adepto tentavam forçar a entrada para assistir a um jogo do campeonato, tendo fugido em pânico quando a polícia lançou gás lacrimogéneo e recorreu a canhões de água.
Adeptos das Honduras
Foto: ORLANDO SIERRA / AFP

Adeptos das Honduras

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Pelo menos quatro pessoas morreram e 25 outras ficaram feridas, este domingo, na sequência de uma debandada ocorrida num estádio nas Honduras, indicaram as autoridades.

O incidente ocorreu numa das portas do Estádio Nacional das Honduras, na capital, Tegucigalpa, depois de milhares de adeptos, que tentavam forçar a entrada para assistir a um jogo do campeonato, terem debandado em pânico quando a polícia lançou gás lacrimogéneo e recorreu a canhões de água.

Em comunicado, a polícia afirmou que aparentemente foram vendidos mais bilhetes do que os lugares disponíveis para o jogo entre o Motagua e o Honduras Progreso, dado que o estádio, com capacidade para 30 mil pessoas, já estava cheio quando milhares ainda se encontravam no exterior de bilhete na mão.

Os adeptos começaram a ficar zangados por não poderem entrar e a forçar a entrada, indicou a polícia, apontando que cerca de 600 agentes guardavam o estádio e recorreram a canhões de água e a gá lacrimogéneo para conter o avanço da multidão.

Miguel Osorio, um porta-voz do hospital universitário, indicou à agência noticiosa Associated Press que as vítimas morreram de asfixia e de múltiplas fraturas após serem esmagadas, e que uma mulher também perdeu o bebé depois de sofrer ferimentos graves.

Conteúdo publicado por Sportinforma