Futebol

01-06-2017 15:37

Totti distinguido com prémio presidencial da UEFA

Francesco Totti, de 40 anos, fez o seu último jogo, o 786.º, no domingo, 24 anos depois de se ter estreado na equipa principal da Roma.
Totti no jogo de despedida
Foto: EPA/CLAUDIO PERI

Totti no jogo de despedida

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O futebolista internacional italiano Francesco Totti, que se despediu do seu clube de sempre, a Roma, e dos relvados no domingo, vai receber o prémio presidencial da UEFA.

A informação foi dada pelo organismo do futebol europeu, atribuindo a Totti a distinção em reconhecimento “das suas extraordinárias conquistas, excelência profissional e qualidades pessoais exemplares”.

O presidente da UEFA, o esloveno Aleksander Ceferin, enalteceu a “fantástica carreira” do avançado e sublinhou “a extraordinária lealdade e dedicação” que Totti dedicou a sua equipa, a Roma, clube em que jogou desde criança.

Francesco Totti, de 40 anos, fez o seu último jogo, o 786.º, no domingo, numa cerimónia de despedida com os adeptos, com muitas lágrimas, 24 anos depois de se ter estreado na equipa principal, em 1993.

“Estes atributos foram personificados por Francesco Totti – um homem que deu um quarto de século da sua vida jogando pela sua querida Roma”, salientou também o presidente da UEFA.

Esta é a 17.ª vez que a UEFA distingue uma personalidade com o seu prémio presidencial, o que aconteceu a Eusébio, em 2009.

Entre os galardoados figuram nomes como Bobby Robson (2002), Paolo Maldini (2003), Rijkaard (2005), Beckenbauer (2012), Cruyff (2013), mas também Jacques Delors, político e ex-presidente da Comissão Europeia, o primeiro a ser distinguido.

Conteúdo publicado por Sportinforma