Futebol internacional

06-06-2017 15:55

Arda Turan: "Não jogarei mais pela Turquia"

Jogador do Barcelona tinha sido expulso da equipa após agredir jornalista.
Arda Turan
Foto: LLUIS GENE / AFP

Arda Turan

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Arda Turan anunciou, esta terça-feira, que não vai voltar a vestir a camisola da seleção turca. As declarações do médio do Barcelona surgem depois de o jogador ter sido expulso da concentração da seleção da Turquia na sequência da agressão a um jornalista.

"Deixo a seleção, não jogarei mais pela Turquia. É triste, mas não me arrependo. Joguei em todas as categorias nacionais, amo o meu país, a minha bandeira e a minha seleção. Fiz muitos sacríficos, mas acabou", o jogador do Barcelona numa curta declaração aos jornalistas.

De acordo com a imprensa turca, a agressão registou-se no voo que transportava a seleção turca para Trieste, de onde a seleção partirá para enfrentar no domingo a Eslovénia.

O diário turco Hürriyet relata que Turan agrediu repetidamente o jornalista, acusando-o de escrever mentiras sobre ele e outros jogadores. Como consequência, Fatih Terim, selecionador turco, deu ordem de expulsão a Turan.

Conteúdo publicado por Sportinforma