Ex-jogador espanhol

09-06-2017 15:39

García-Verdugo morreu aos 83 anos

Antigo futebolista passou por clubes como o Valência, Deportivo da Corunha, Logrones, Valladolid, Sabadell, Jerez ou Cádis
bola futebol geral
Foto: Hugo Delgado/Lusa

García-Verdugo faleceu aos 83 anos em sua casa

Por SAPO Desporto c/ LusaO antigo futebolista espanhol Javier García-Verdugo, defesa que passou por clubes como o Valência e Deportivo da Corunha, morreu hoje, na sua casa em Talavera de la Reina, aos 83 anos. O funeral de García-Verdugo, que jogou entre 1958 e 1968 e conseguiu, já como como treinador, levar o Rayo Vallecano à primeira divisão, pela primeira vez na sua história, será no sábado, em Talavera, Toledo. O defesa, que passou também por equipas como o Logrones, Valladolid, Sabadell, Jerez e Cádis, chegou a ser pré-convocado para o Mundial de 1966, em Inglaterra, mas falhou a competição devido a lesão. Já como treinador, chegou também a ser adjunto do holandês Leo Benhakker no Saragoça. Em 2006, García-Verdugo recebeu o prémio cidade de Talavera, devido ao seu percurso desportivo. sapodesporto@sapo.pt

O antigo futebolista espanhol Javier García-Verdugo, defesa que passou por clubes como o Valência e Deportivo da Corunha, morreu hoje, na sua casa em Talavera de la Reina, aos 83 anos.

O funeral de García-Verdugo, que jogou entre 1958 e 1968 e conseguiu, já como como treinador, levar o Rayo Vallecano à primeira divisão, pela primeira vez na sua história, será no sábado, em Talavera, Toledo.

O defesa, que passou também por equipas como o Logrones, Valladolid, Sabadell, Jerez e Cádis, chegou a ser pré-convocado para o Mundial de 1966, em Inglaterra, mas falhou a competição devido a lesão.

Já como treinador, chegou também a ser adjunto do holandês Leo Benhakker no Saragoça.

Em 2006, García-Verdugo recebeu o prémio cidade de Talavera, devido ao seu percurso desportivo.

Conteúdo publicado por Sportinforma