Futebol / Internacional

30-06-2017 17:44

TAS rejeita recurso da Fiorentina no processo do empréstimo de Sahah ao Chelsea

O Tribunal Arbitral do Desporto (CAS) rejeitou hoje o recurso apresentado pelos italianos da Fiorentina.
Salah celebra um golo pela AS Roma
Foto: VINCENZO PINTO / AFP

Salah celebra um golo pela AS Roma.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Tribunal Arbitral do Desporto (CAS) rejeitou hoje o recurso apresentado pelos italianos da Fiorentina, que reclamavam dos ingleses do Chelsea uma indemnização de 32 milhões de euros num processo que envolve o futebolista egípcio Mohamed Salah.

O CAS confirmou a decisão do Comité de Apelo da FIFA, tomada em 26 de maio de 2016, e rejeitou o pedido da Fiorentina a receber uma indemnização de 32 milhões de euros do Chelsea como compensação.

Os clubes acordaram o empréstimo de Mohamed Salah da Fiorentina para o Chelsea, com início em 02 de fevereiro de 2015 e fim em 30 de junho do mesmo ano, com a possibilidade de o estender por mais doze meses.

O avançado Mohamed Salah, de 25 anos, decidiu ficar no Chelsea, apesar de a Fiorentina ter solicitado o seu regresso, e o clube italiano apresentou uma queixa por quebra de contrato contra o jogador e o Chelsea, reclamando 32 milhões de euros e uma sanção desportiva, que foram agora rejeitados.

Em 11 de outubro de 2016, a Fiorentina apelou ao Tribunal Arbitral do Desporto (CAS), que confirmou a decisão da FIFA, por entender que Mohamed Salah não violou o seu contrato para permanecer no Chelsea.

Conteúdo publicado por Sportinforma