Futebol

12-07-2017 10:20

Talisca continua a 'esticar a corda' com o Besiktas

Jogador e treinador com versões contraditórias. Talisca garante que tem um acordo com o Besiktas para chegar quinta-feira depois de Senol Gunes criticar o atraso do brasileiro.
Talisca
Foto: MARIO CRUZ / EPA

Anderson Talisca celebra um golo pelo Besiktas contra o Benfica

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

A polémica em torno do regresso de Talisca ao Besiktas conheceu mais um capítulo esta quarta-feira com o médio brasileiro emprestado pelo Benfica ao clube turco a reagir nas redes sociais às críticas de Senol Gunes sobre o seu comportamento enquanto profissional de futebol.

Anderson Talisca voltou a não respeitar os prazos para se apresentar ao trabalho e justificou-se com os problemas de saúde da mãe. O técnico do Besiktas não gostou da postura do jogador e criticou-o por não se apresentar na data acordada.

Ora, Talisca não deixou Senol Gunes sem resposta e garantiu nas redes sociais que vai chegar à Turquia amanhã [quinta-feira].

"Comunico a todos que, conforme acertado com o Besiktas, estarei de volta à Turquia na próxima quinta-feira. Felizmente, os problemas de saúde que me obrigaram a ficar no Brasil foram resolvidos", escreveu o jogador emprestado pelo Benfica ao Besiktas nas redes sociais.

Recorde-se que Senol Gunes perdeu a paciência com Talisca, e recordou os problemas do 'passado' recente do jogador brasileiro no Benfica.

"É nosso jogador e ainda não se apresentou, e isso é errado. Está a desrespeitar-se a si e ao seu trabalho e vai ser multado por isso. Foi autorizado a ficar mais tempo de férias, por causa da doença da mãe mas não regressou na data combinada. Pode ser bom jogador, ter qualidades acima da média, mas tem de respeitar os colegas. No Benfica já teve problemas destes e o Gonçalo Guedes ficou à sua frente não pelo talento mas por trabalhar no duro", atirou o técnico do Besiktas.

Conteúdo publicado por Sportinforma