Alemanha

04-07-2012 16:00

Breno condenado a três anos e nove meses de prisão efetiva

A defesa pedia a absolvição do futebolista brasileiro ou, em caso de condenação, que a pena não ultrapassasse os dois anos de prisão.
Breno condenado a três anos e nove meses de prisão efetiva

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O futebolista brasileiro Breno foi hoje condenado a três anos e nove meses de prisão efetiva por um tribunal de Munique, que considerou que o jogador agiu intencionalmente ao atear fogo à sua casa, localizada naquela cidade alemã.

O tribunal deu como provado que Breno, de 22 anos, lançou fogo à casa localizada no exclusivo bairro de Grünewald na noite de 19 de setembro e ordenou que o ex-defesa do Bayern de Munique fosse imediatamente encaminhado para a prisão, a fim de cumprir a pena.

A defesa pedia a absolvição do futebolista brasileiro ou, em caso de condenação, que a pena não ultrapassasse os dois anos de prisão, o que permitiria a Breno cumprir a pena em liberdade condicional.

O tribunal de Munique considerou que apesar de o jogador estar alcoolizado agiu de forma premeditada ao atear fogo à casa, pouco depois de a sua família ter saído, em consequência da frustração resultante de uma lesão no joelho.

«Quero pedir desculpa pelo que aconteceu nessa noite», disse Breno na audiência, afirmando não ter sido «um bom exemplo» para os seus filhos.