Alemanha

28-08-2016 16:21

Jogadores do Borussia criticam realização do jogo com temperaturas limite

A equipa de Thomas Tuchel acabou por vencer Mainz por 2-1.
Borussia Dortmund vs Werder Bremen
Foto: Lusa

Aubameyang marcou no triunfo do Borussia

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O médio do Borussia Dortmund Gonzalo Castro criticou hoje a Liga Alemã de Futebol (DFL) por não ter adiado a partida de sábado frente ao Mainz da ‘Bundesliga’, jogada ao início da tarde com “temperaturas limite”.

“Não compreendo como a DFL não adiou o jogo para uma hora mais tardia. As temperaturas eram extremas [à hora do jogo]. Ficávamos completamente esgotados após cada ‘sprint’”, comentou o jogador do Dortmund, equipa em que alinha o português Raphael Guerreiro.

O jogo da liga alemã de futebol, que o Dortmund venceu por 2-1, foi jogado com temperaturas que rondavam os 45 graus centígrados ao nível do relvado.

“A temperatura estava extrema e brutal”, reclamou, por seu turno, André Schurrle, que jogou a totalidade da partida.

A partida foi interrompida por duas vezes pelo árbitro para que os jogadores se pudessem hidratar.

Raphael Guerreiro entrou na partida aos 86 minutos para substituir o alemão Sebastian Rode.

Conteúdo publicado por Sportinforma