Alemanha

11-09-2016 21:03

Hoffenheim recupera e empata 4-4 em jogo louco

A equipa germânica esteve a perder por 3-0 e conseguiu anular a desvantagem com o Mainz.
Benfica bate Sporting e sagra-se campe
Foto: SAPO Desporto

O Hoffenheim nunca desistiu do jogo

Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Hoffenheim protagonizou hoje a reviravolta mais surpreendente da segunda jornada da Liga alemã de futebol, ao empatar 4-4 com o Mainz, numa partida em que chegou a estar com três golos de desvantagem.

Ao fim de meia hora, a equipa da casa estava já a vencer por 3-0 (dois golos do argentino Pablo de Blasis, aos três e 23 minutos, e do colombiano Jhon Copete, aos 27 minutos).

Aos 39 minutos, porém, Sandro Wagner reduziu para o Hoffenheim, mas Levin Oztunali voltou a colocar o Mainz com uma vantagem de três golos.

A segunda parte foi do Hoffenheim, com Mark Uth a ‘bisar’, aos 71 e 72 minutos, e o húngaro Ádám Szalai a selar o empate, aos 84.

O Werder Bremen, por seu turno, continua sem pontuar na ‘Bundesliga’, depois de perder hoje em casa com o Augsburgo por 2-1.

A equipa da casa ainda marcou, de grande penalidade, aos 40+2 minutos, pelo norte-americano Jóhannsson, mas, na segunda parte, o holandês Jeffrey Gouweleeuw e o grego Konstantinos Stafylidis colocaram os visitantes em vantagem, que se manteve até ao fim.

O Bayern de Munique, líder da ‘Bundesliga’, venceu na sexta-feira o Schalke 04 por 2-0, num jogo em que o português Renato Sanches se estreou como titular.

A vitória do Bayern apenas começou a ser construída aos 81 minutos, com um golo do polaco Robert Lewandowski e completou-se no período de compensação (90+2), com um tento de Kimmich, jogador que rendeu Renato Sanches.

O internacional luso, ex-jogador do Benfica, foi substituído aos 71 minutos e foi admoestado com um cartão amarelo, aos 69.

No sábado, o Borussia Dortmund perdeu em cima do ‘gongo’ na visita ao Leipzig, enquanto o Hertha Berlim igualou o Bayern Munique na liderança da Liga alemã de futebol, com o pleno de seis pontos em duas jornadas.

O português campeão da Europa Rapahel Guerreiro entrou aos 71 minutos, para o lugar do campeão do Mundo Mario Götze, para, aos 89, o médio da Guiné Conacri Naby Keita apontar o único golo, para os anfitriões, já nos instantes finais.

O Hertha Berlim, por seu turno, foi vencer por 2-0 ao terreno do Ingolstadt, estando em segundo no campeonato.

O experiente avançado bósnio Vedad Ibišević e o avançado Julian Schieber fizeram os dois golos que valeram o triunfo e os seis pontos em dois jogos.

O Hamburgo adiantou-se em Leverkusen, com tento de Wood (58 minutos), mas, ainda que tardiamente, o Bayer reagiu com ‘hat-trick’ do avançado finlandês Joel Pohjanpalo, que saiu do banco aos 72 minutos para marcar aos 79, 90+1 e 90+4, garantindo o primeiro triunfo da época.

O Friburgo-Borussia Mönchengladbach teve história idêntica, com Hazard (35 minutos) a colocar os forasteiros na frente, mas, depois, o médio Maximilian Phillip (54 e 85) e o avançado Nils Petersen (88), de penalti, consumaram a reviravolta.

Com o guarda-redes Daniel Fernandes no banco, o Darmstadt conseguiu triunfo tardio por 1-0 sobre o Eintracht Frankfurt, graças a um tento do defesa Sandro Sirigu (90). Wolfsburgo e Colónia empataram a zero.

Conteúdo publicado por Sportinforma