Grupo B/Champions

16-09-2014 21:50

Últimos minutos frenéticos deram o triunfo ao Liverpool

Um golo de Balotelli e outro de Gerrard deram vitória ao Liverpool perante um corajoso Ludogorets.
Steven Gerrard celebra o golo do Liverpool na Champions
Foto: AFP PHOTO/PAUL ELLIS

Steven Gerrard celebra o golo do Liverpool na Champions

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

No regresso à Liga dos Campeões, após cinco anos de interregno, o Liverpool entrou a vencer (2-1) em Anfield Road, Inglaterra, perante um Ludogorets atrevido. Os golos da partida foram marcados por Balotelli (82’) e Gerrard (93’) expondo o controlo do jogo pelos “reds”. A equipa “outsider” do grupo B ainda empatou por intermédio de Dani Abalo (91’), mas um atraso infeliz ditou a derrota.

Em relação ao onze que perdeu no passado fim-de-semana com o Aston Villa, o técnico norte-irlandês apenas apresentou uma alteração para o jogo diante dos búlgaros do Ludogorets: Markovic saiu para dar lugar ao jovem britânico Sterling, não estando sequer no banco de suplentes. Mignolet, Henderson, Moreno, Lallana, Sterling estrearam-se na “Champions”.

No Ludogorets, Fábio Espinho que entrou aos 85’ e o ex-gilista Júnior Caiçara foi titular no lado direito da defesa. Vitinha não fez parte dos convocados do técnico Georgi Dermendzhiev, que surpreendeu ao apresentar-se descomplexada, espreitando o ataque sempre que podia, tendo feito mais do que lhe era exigido.

O Liverpool apresentou-se mais forte, mas estes procuravam sair em rápidos contra-ataques. Os “reds” desde cedo dominaram o meio campo e controlaram o jogo, embora não tivessem tido oportunidades claras de golo. A equipa búlgara foi perdendo o receio com o desenrolar do jogo e espreitava o ataque sempre que podia. Um empate sem golos ao intervalo demonstra a pobreza do jogo, mas não espelha a maior capacidade ofensiva dos ingleses.

Na segunda parte, surge uma grande oportunidade quando o cronómetro contava cinco minutos, Coutinho envia a bola por cima da barra após um atraso mal calculado da defesa búlgara. Na jogada seguinte, Caiçara remata cruzado de fora da área para defesa apertada de Mignolet. A partida estava mais viva e, embora a equipa da cidade dos Beatles colocasse sempre quatro homens dentro da área, era atabalhoada na hora da finalização.

Aos 71’, Roman Bezjak envia a bola ao poste numa jogada bem delineada, que termina com um remate bem colocado e sem hipóteses para Mignolet. Quando faltavam nove minutos para os 90’, Balotelli desfez a igualdade, após cruzamento bem medido de Alberto Moreno. A surpresa parecia concretizar-se quando Dani Abalo empatou aos 91’, mas o guarda-redes Borjan fez penálti sobre Manquillo, convertido por Gerrard aos 93 minutos.

Na segunda jornada, disputada a 1 de setembro (19h45), o Liverpool visita o Basileia, goleado esta terça-feira, e quer vencer antes de se deslocar ao Santiago Bernabéu para defrontar o Real Madrid.

Conteúdo publicado por Sportinforma