Liga dos Campeões

10-09-2016 10:16

Real Madrid ao ataque da 'maldição', FC Barcelona e Bayern na 'sombra'

Os ‘merengues’ de Cristiano Ronaldo jogam contra a ‘maldição’ de ninguém conseguir revalidar o título na era ‘Champions’.
VfL Wolfsburg vs Real Madrid
Foto: Lusa

Cristiano Ronaldo em ação durante um jogo da Liga dos Campeões

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Real Madrid parte como detentor do título para a edição 2016/17 da Liga dos Campeões em futebol, com o ‘rival’ FC Barcelona e o Bayern Munique a perfilarem-se como os outros grandes candidatos.

Numa prova órfã do treinador português José Mourinho e do ‘seu’ Manchester United, os ‘merengues’ e Cristiano Ronaldo jogam contra a ‘maldição’ - ninguém conseguiu revalidar o título na era ‘Champions’ (desde 1992/93).

Recordistas de vitórias na prova, com 11 ‘canecos’, o penúltimo em 2013/14, os madrilenos estão praticamente idênticos à temporada transata, com a ‘alta’ de Alvaro Morata e o treinador Zinedine Zidane mais entrosado.

Com Cristiano Ronaldo, o melhor marcador da competição e da sua história, o Real Madrid pode sonhar em lograr o que nenhum clube consegue desde que o AC Milan ‘bisou’ em 1989/90, com um triunfo final sobre o Benfica, por 1-0.

Os sorteios, que foram muito favoráveis ao Real Madrid na época passada, terão, como sempre, uma ‘palavra’ importante, sendo que a concorrência é, como sempre, muito forte.

Campeão europeu em 2014/15 e mais titulado na ‘Champions’ nas últimas oito épocas (três troféus), o FC Barcelona, ainda campeão mundial em título, é, como sempre, um dos enormes candidatos, sob o comando do argentino Lionel Messi, o melhor jogador do Mundo.

O ‘10’ argentino é a máxima referência do conjunto comandado por Luis Enrique, que perdeu Dani Alves e Claudio Bravo, mas volta a ter ao seu dispor um conjunto fantástico, sobretudo na frente, com Messi, Suárez e Neymar a terem agora uma suplente de luxo em Paco Alcácer.

O internacional português André Gomes passou a ser também uma das armas dos ‘culés’, que na época passada venceram a Liga espanhola pela oitava vez nas últimas 12 épocas e são também detentores da Taça do Rei e da Supertaça espanhola.

Junto aos dois ‘gigantes’ de Espanha, que têm monopolizado as taças europeias, com a ajuda do Sevilha na Liga Europa, surge o Bayern Munique, o ‘eterno’ campeão da Alemanha, agora com Carlo Ancelotti no lugar de Pep Guardiola.

Apesar de ter conquistado os últimos três campeonatos alemães, com Guardiola, o Bayern não conseguiu vingar na ‘Champions’, coroa que o italiano vai agora tentar recuperar, ele que levou os ‘merengues’ ao título em 2014, em Lisboa.

O ‘miúdo’ Renato Sanchez, contratado ao Benfica, é uma das novas armas dos bávaros, que foram também resgatar mais uma ‘estrela’ ao Borussia Dortmund (Mats Hummels), fortalecendo ainda mais um conjunto já de enorme qualidade.

Lewandowski, Müller, Neuer, Vidal, Douglas Costa, Thiago Alcantara, Alaba, Boateng e, se as lesões o permitirem, Ribéry e Robben são motivos suficiente para Ancelotti pensar que pode repetir a façanha de Jupp Heynckes.

Os ingleses do Manchester City, agora sob o comando de Guardiola, os franceses do Paris Saint-Germain, mesmo sem Zlatan Ibrahimovic, o Atlético de Madrid, de Diego Simeone e agora também de Gaitán, e a Juventus, reforçada com Gonzalo Higuaín, mas sem Pogba, surgem numa segunda linha.

Arsenal e Tottenham, mais do que o estreante Leicester, podem sempre ‘incomodar’, bem como os alemães do Borussia Dortmund, de Raphael Guerreiro, e o Sevilha, de Daniel Carriço, vencedor das últimas três edições da Liga Europa.

Quanto aos portugueses, o tricampeão Benfica, que chegou a época passada aos quartos de final, e o FC Porto têm grupos que lhe possibilitam chegar, para já, aos ‘oitavos’, ao contrário do Sporting, ladeado por Real Madrid e Dortmund.

A fase de grupos da Liga dos Campeões realiza-se de 13 de setembro a 07 de Dezembro, com os dois primeiros classificados de cada um dos oito grupos, de quatro equipas, a rumarem aos oitavos de final (14 de fevereiro a 15 de março).

Os quartos de final jogam-se entre 11 e 19 de abril, as meias-finais de 02 a 10 de maio e a final a 03 de junho, no Millenium Stadium, em Cardiff, no País de Gales.

Conteúdo publicado por Sportinforma