Juventus-Barcelona

11-04-2017 12:38

A força da 'remontada' contra a defesa inamovível

Barcelona e Juventus defrontam-se esta terça-feira, em jogo a contar para a primeira-mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.
Messi e Lichsteiner em disputa de bola na final entre Juventus e Barcelona
Foto: LLUIS GENE / AFP

Barcelona e Juventus defrontam-se pela oitava vez na sua história

Por Diogo Marcelo sapodesporto@sapo.pt

Um encontro de 'titãs'. Foi desta forma que tanto Luís Enrique como Massimiliano Allegri classificaram o jogo que vai opôr Barcelona e Juventus esta terça-feira.

Naquele que será o oitavo encontro entre as duas equipas, 'culés' e 'bianconeri' partem para esta eliminatória com resultados bem diferentes.

Se a Juventus ultrapassou os oitavos de final de forma mais ou menos tranquila, fruto do 3-0 verificado nas duas mãos frente ao FC Porto, o Barcelona precisou de se transcender para derrotar o Paris Saint Germain, depois de ter perdido por 4-0 na primeira-mão e conseguir a 'remontada' com um 6-1 na segunda-mão.

A 'Vecchia Signora' pretende aproveitar da melhor maneira o fator casa, visto que, no Juventus Stadium, o pentacampeão italiano está numa série de 21 jogos sem perder para as competições da UEFA.

Já os 'blaugrana' garantiram a passagem aos quartos de final pela décima época consecutiva, um novo recorde, e estão motivados não só pela viragem de resultado frente ao Paris Saint Germain como à recordação do último encontro entre as duas equipas, quando o Barcelona conquistou a Liga dos Campeões em 2015, derrotando o clube transalpino na final.

A Juventus não poderá contar com Pjaca (lesionado) e está em risco de perder Cuadrado para a segunda mão, se vir um cartão amarelo. Já o Barcelona não pode contar com Busquets (castigado), Rafinha (lesão), Aleix Vidal (lesão) e Arda Turan (lesão). Para a segunda-mão, está em risco Neymar, Piqué e Rakitic, caso vejam um novo cartão amarelo.

Trio MSN contra consistência defensiva italiana

Se a força do ataque do Barcelona pode meter respeito, com Messi, Neymar e Suaréz a garantirem 78 golos entre os três, sendo que 18 destes tentos foram marcados na Liga dos Campeões.

No entanto, a consistência defensiva tem sido um dos esteios das equipas italianas e a Juventus não é excepção. A equipa de Allegri só sofreu dois golos na Liga dos Campeões e conta também com os seus próprios argumentos para o ataque. Gonzalo Higuaín e Paulo Dybala têm sido as 'setas' apontadas às balizas adversárias, contando com 34 golos entre si, sendo que cinco deles foram marcados na prova milionária.

Se tivermos em conta os jogos entre as duas equipas, o equilíbrio é claro, com o Barcelona a ter apenas mais uma vitória que a Juventus no confronto direto entre as duas equipas. Nos sete encontros entre os dois conjuntos, a equipa da Catalunha tem três vitórias, dois empates e duas derrotas frente ao conjunto de Turim.

A Juventus recebe o Barcelona esta terça-feira, às 19h45, no Juventus Stadium, em jogo a contar para a primeira-mão dos quartos de final da Liga dos Campeões. à mesma hora disputa-se o outro encontro dos 'quartos', que opôe o Mónaco e o Borussia de Dortmund. Em ambos os casos, está em causa um bom arranque para conseguir a passagem para as meias finais da prova milionária.

Conteúdo publicado por Sportinforma