Liga dos Campeões

12-04-2017 18:28

Ministro do Interior alemão advoga resposta clara ao terrorismo

O titular da pasta do Interior deslocou-se a Dortmund para mostrar a sua solidariedade depois do ataque terrorista.
Thomas de Mazière, Ministro do Interior da Alemanha
Foto: EPA/OLIVIER HOSLET

À direita, Thomas de Mazière, Ministro do Interior da Alemanha, com o seu homólogo francês Bernard Cazeneuve

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

O Ministro Alemão do Interior, Thomas de Mazière, marcou hoje presença no estádio do Borussia Dortmund para mostrar a sua solidariedade depois do ataque sofrido na terça-feira pela equipa e advogou a necessidade de uma resposta clara ao terrorismo.

“Há que nos defendermos, de nos protegermos,sem deixar de lado o fascínio pelo futebol”, disse Maizière ao lado do diretor administrativo do clube, Hans Joachim Watzke, que sublinhou que hoje “não se trata de ganhar um jogo, mas de defender a democracia”.

O titular da pasta do Interior defendeu a decisão de disputar o jogo com o Mónaco, dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, suspenso na terça-feira depois do ataque ao autocarro do Borússia, considerando, sem prejuízo do reforço das medidas de segurança, que foi a decisão acertada e uma prova de responsabilidade.

Adepto do Dortmund, Maizière minimizou essa sua condição: “O que está em questão não são afinidades clubísticas, mas ter sentido de responsabilidade e dar uma resposta clara ao terrorismo”.

“Trata-se de não nos deixarmos condicionar pela agenda do terrorismo, de fazer prevalecer a nossa própria conduta, de acordo com os nossos valores”, disse, por seu turno, o diretor do Borussia Dortmund, Joachim Watzke.

Conteúdo publicado por Sportinforma