Explosões em Dortmund

14-04-2017 13:34

Bartra e o atentado: “Foram os 15 minutos mais longos da minha vida”

Defesa central recordou os momentos que passou na viagem para o jogo com o Mónaco.
Marc Bartra recuperado de ataque em Dortmund
Foto: Instagram Marc Bartra

Marc Bartra, jogador do Borussia Dortmund

Por SAPO Desporto sapodesporto@sapo.pt

Marc Bartra foi o único ferido das três explosões que ocorreram perto do autocarro do Borussia Dortmund quando se deslocava para o jogo com o Mónaco da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões. Depois de ter sido assistido no hospital, o defesa central utilizou as redes sociais para revelar alguns pormenores do atentado.

“A dor, o pânico e a incerteza de não saber o que estava a acontecer, nem quanto duraria… foram os 15 minutos mais longos e duros da minha vida. Quero dizer a todos, que o choque está a diminuir e tenho mais vontade de viver, de lutar, de trabalhar, de rir, chorar e de querer”, escreveu o jogador numa publicação onde também aparece a sua mulher.

O espanhol agradeceu ainda todo o apoio que recebeu durante essa fase má que o deixou com ferimentos ligeiros na cara e num dos braços. Recorde-se de que o autocarro do Borussia Dortmund foi abalado por três explosões que ocorreram quando a equipa se deslocava para o Signal Iduna Park onde tinha encontro marcado com o mónaco.

O jogo foi adiado e já se disputou com uma vitória dos monegascos por 3-2. Na segunda mão, a equipa germânica precisa de dar a volta à eliminatória para tentar passar às meias-finais da competição.

Conteúdo publicado por Sportinforma